sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Sobre gostar de alguém...


Sinto um grande medo de gostar muito das pessoas, de gostar de alguém, gostar de um homem. Isso realmente é uma fragilidade que admito. Porque gostar sempre vem acompanhado de uma falta grande, uma saudade que dói na alma e perda do controle das emoções!

Sabe ratinho de laboratório? Ele aperta um botão e cai uma comidinha , associa que aquilo é bom, fica apertando o botão e caindo comidinha. Até que ele aperta, aperta e aperta o botão, não cai nada e fica apertando infinitamente. Assim é que a gente se sente, quando sente saudade!

Hoje estou com saudade! E essa sensação que há muito tempo não me consumia, me assusta, me faz mal, me dá medo. Sim, eu tenho medo de gostar de alguém, medo de perder o controle, controle que gosto de ter sobre minha vida e meu cotidiano.

Mas por outro lado, uma vez gostando de alguém e isso não é algo que se controle, a gente implanta uma montanha russa dentro da nossa mente e aquele carrinho sobe e desce com uma velocidade que não se pode parar, que não se pode guiar.

P.S.: Dedico esse texto ao Moço do Sorriso Bonito. Você me faz bem, mesmo quando sinto saudades, pronto falei... rs

16 comentários:

RAFAEL disse...

AHHHHHHHHH...o bichinho da gostar pegou ela de novo...rs rs rs..

Faz como Zeca pagodinho...deixa a vida te levar...e pronto...la na frente vc pensa.

beijão...e boa sorte...

disse...

Entendo o que vc quer dizer. Sentir saudades é foda... Mas quando encontramos com a pessoa é td mara rsrs

Bjos

Pri Viotto disse...

Aiiii que lindo, tá apaixonada!
Como disse o Rafael, deixa a vida te levar e seja feliz!
Aproveite cada segundo para em um futuro distante você poder dizer: "Eu fui feliz com o moço do sorriso bonito".

Bem vinda de volta ao seu mundo.

Beijoss

Atitude: substantivo feminino. disse...

Mas a saudade faz parte. Quer sentimento melhor que saber que alguém sente nossa falta.
Já vi que tem alguém batendo no coração da forte Dama..
Ai, ai
Loves in the air..

Palavras Vagabundas disse...

Toda emoção é meio descontrolada, mas sentir nos faz vivas...
bjs
Jussara

Aline disse...

É difícil mesmo. E ai de quem diga que não.
Confiança, entrega, deixar se levar é arriscar certezas, entendo voce!!

Penso que ajuda se conseguimos pensar sobre o sentimento, sobre a situação. Viver a paixão sem deixar que o carrinho da montanha russa descarrilhe.

Dá pra ser. E é muito bom!!!


Felicidadeees!

.:*Alinezinha*:. disse...

Parece até q está falando por mim.. entendo exatamente o q vc está querendo dizer, já passei por isso.. saudade causa um medo q assombra..

Adorei a dedicatória do final. Uma linda e singela declaração para o Moço do sorriso bonito!!!

Nise disse...

Nossa. Parece que estamos passando pelo mesmo momento, ao mesmo tempo. Coincidência. rsrsrs. Seu Post foi tudo que eu precisava hj.

Verônica Gonsalves disse...

Dama eu tbem penso isso... sempre que vc baixa guarda e se permite experimentar outros sentimentos acredito que de certa forma vc esta desprotegida pois muitas vezes esses sentimentos só nos traz dores...
já sofri e sofro tanto de saudades.. no momento morro de saudades da minha infância de momentos únicos que vivi e ai o que fazer? nada.não tem o que fazer.

Pandora disse...

Faz tanto tempo que o meu coração não se move na direção de ninguém, que não gosto de ninguém que nem sei... Talvez eu esteja medrosa também, então não posso te dizer nada Dama, apenas te desejo sorte e bem!!!

Carla disse...

Entendo vc... Se apaixonar é uma armadilha, uma roleta russa... Emocionante mas perigosa, e sempre nos pega de surpresa.
Quando tudo acaba, resta mágoa e saudade. O que será melhor? Concordo com o que já disseram: melhor viver o que se apresenta, e seja lá o que Deus quiser...
Um abraço

Mãe 24hs disse...

Temos que viver o amor intensamente. Melhor sentir saudades de momentos bonitos do que jamais tê-los vivido!. Bjos!

Ruby disse...

Eu também sinto essa fragilidade, conhecer, gostar, você cria expectativas, acha que dessa vez deu certo e não demora, cai por terra. Mas a gente tem que continuar a bsuca, um dia a gente encontra.

Atitude do pensar disse...

Como já disse: O medo pode nos travar, mas quando superado traz alegrias inefáveis!!!
Amar é assim, uma escolha, uma oportunidade, uma insegurança...

Fê Miceli disse...

Passei a ter esse medo depois que quebrei a cara com o primeiro namorado, que achei que ia ser muita coisa, meu mundo, mas não foi nada disso. Na revolta e no medo sempre dizemos que NUNCA MAIS FAREMOS ISSO, NUNCA MAIS SEREMOS ASSADO E NUNCA MAIS MESMO IREMOS NOS APAIXONAR, NOS ENTREGAR, FAZER LOUCURAS, ABRIR MÃO E ETC, ETC, ETC... Mas nós fazemos,e novamente! Senão tudo igual, algumas coisas, pelo menos. Porque sempre aprendemos algo com a vida e isso sim, a gente não repete. Mas se gostamos, nos entregamos e ponto. É assim! O ruim é quando por sofrimento, decepção e dor e medo colocamos uma capinha protetora e não deixamos ng mais se aproximar, saber quem realmente somos. de repente, nessa de esconde esconde deixamos de nos mostrar como realmente somos para alguém que vai fazer a diferença e que está pagando pato pelo que outro ou outros fizeram. Temos é que não ter medo de arriscar. sabendo que pode dar errado. E isto sim, é difícil e dá medo.

Seja felizzzzzzzzzzzzzzzzzz!!!!!!!!!

Li disse...

Eu te entendo!
Bjs
Li