sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

As melhores coisas vem de onde não se espera!


Já reparam que os acontecimentos mais legais da nossa vida vem de onde menos esperamos? Se não é assim com você, comigo é quase constante.

Tem aquele passeio super legal num lugar que você já foi e sabe que é muito bom. Aí a gente passa a semana toda se arrumando e sonhando em como vai ser bom, em como vamos nos divertir e que vamos conhecer gente legal. Quando chega o dia, o lugar tá uma chatice, o passeio não funciona, as pessoas são enjoadas, tudo é monótono e voltamos com aquela decepção engasgada na garganta. No entanto, num sábado à noite que você tá em casa de pijama, e alguém liga chamando para uma festa. Você se aborrece por ter que se arrumar, vai sem nenhuma expectativa e é uma das melhores festas dos últimos tempos...

Conhecemos um cara tudo de bom, ou no caso dos meninos, uma garata linda e interessante. A gente investe, acha que vai ser tudo bom, sonha com a pessoa, faz planos e logo em seguida vem um banho de água fria. Aquela pessoa não é nada do que a gente pensava. Se era um homem, virou um sapo, se era uma mulher virou uma galinha choca. Aí um dia você tá num lugar tomando um chopinho com os amigos e alguém da mesa te apresenta uma criatura nada a ver, começa a conversar contigo e o encanto surge do nada e se tornam namorados.

Essa é bem para mim. Escrevemos aquele texto que achamos que vai bombar no blog, que todos vão gostar, que é a coisa mais fantástica que escrevemos, a sacada que ninguém teve. Postamos e ficamos esperando o retorno e nada acontece, comentários desanimados. Aí publicamos um texto daqueles que escrevemos correndo antes de sair para o supermercado, cheio de erros, de palavras faltando, porque não deu tempo de corrigir e o povo adora, elogia, um monte de comentários animadores.

A vida é assim, minha gente! Cada vez mais tento não esperar, sonho, mas tento não criar muitas expectativas, porque sempre que as crio, fico esperando o balde de água fria!

21 comentários:

Karina disse...

Dama,
Obrigada por este post. Esta semana que passou foi bem complicadinha para mim em termos de humor quando, na verdade, para melhorá-lo, eu só preciso acreditar que as oportunidades vão aparecer e elas realmente acontecem!
Ler seu texto de hoje reafirma para mim que realmente, tudo é possível.
Um grande beijo, Karina.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

rs... isso acontece de monte! vc se prepara, bota maior fé e lá vem b*sta hahaha.

e naquele dia q vc mal escovou os dentes o mundo vira o paraíso hahaha

o negócio é dançar conforme a música, em vez de parar e esperar até tocar a música certa. cada vez mais tenho certeza disso. e claro, se divertir do jeito que der, com o que tiver, chega de stress.

bjs e bom dia

Pattr!cia disse...

Oi Dama!
Realmente comigo também é assim! Quando me programo demais, sonho demais... Me decepciono demais.
Agora quando tô com aquela má vontade sem esperar absolutamente nada... As coisas fluem.
Louco isso né? O duro é que eu não consigo relaxar... meu negócio é pensar, pensar, planejar... ai já até sei o final.
Luto para aprender (diariamente) a ser mais leve!
Beijos, bom final de semana.

Atitude: substantivo feminino. disse...

Nossa isso acontece direto comigo com relação a programas. As vezes aquele domingo morto é bem mais legal que o tão esperado sábado.

Muito boa percepção.
Aliás, eu amo os suricatos!

Palavras Vagabundas disse...

Dama,
essas situações são os inesperados da vida o que é muito bom. Achei lindo a cara nova do blog. A menininha é a sua cara, rs
bjs
Jussara

Ruby disse...

São as boas inesperadas surpresas que a vida nos traz. É verdade!

RAFAEL disse...

minha avó dizia que o melhor da festa é esperar por ela...rs..

Ja passaei por todos esss lances que descreveu. Nem tento mais fazer planos. Só sei que de bico em festa ou casamento eu não vou mais. Por que definitivamente não sou cara de pau.

Não consigo ler o post do outro blog. A pagina abre, mas aparece em branco e la embaixo, concluido. Não sei oq há?

Vc sumiu...pq não me chamou mais agora que é uma pessoa multimidia...rs

beijão...e bom fim de semana.

Li disse...

Esta é a tão conhecida e falada "expectativa" e a decepção é proporcional!
Quando criamos expectativas dificilmente somos correspondidos, o que acaba gerando uma frustração enorme! Quando somos pegos de surpresa, isso já não acontece... sabe a frase "o que vier é lucro"? Então...
Beijinhos
Li

Juliana Galante Magalhães disse...

Então... Né? rs. Por partes, li o post anterior no dia em que vc postou, não tive tempo de comentá-lo antes mas, ele não me saiu da cabeça, fiquei super emocionada com a relação que tem com sua sobrinha, só se posso mesmo acreditar em afinidades que vem de outras vidas, é uma sintonia mais fina, especial e independe de qualquer convivencia fisica em tempo real.
Sobre o post de hoje... Ai ai, dá até vontade de chorar (embora eu esteja rindo), sou a palhaça dos momentos trágicos...rs. Sobre o post do amor cachorro, acho que aquela foi a última novela que assisti na vida, guardadas as devidas proporções, já que nunca fui para o calçadão, nem nada parecido, acho que o amor cachorro que eu tinha pra viver já foi, e sai de retro que estou bem obrigada sem aquela turbulencia toda! rs
Beijos querida

Balzaquiana com 'Z' disse...

Eu fiquei pensando... meu Deus que blog é esse... não me lembro dele... vou lá ver de quem é. Rá! Nem sabia que você tinha mudado o nome. Ficou ótimo!

E quanto as expectativas... eu sou a rainha de expectativas frustradas. Pelo menos você aprendei a não idealizar tanto... já eu... não aprendo nunca. Afinal... eu tenho défcit de atenção... portanto... não aprendo com os erros passados.

BeijoZzz

ob disse...

Primeiro, creio que cabe aqui, a propósito do assunto em questão, um post que coloquei no Facebook, comentado uma sentença de uma amiga. Não é inédito, mas creio ser pertinente. Escrevi que, "um dia, decidi viver um momento de cada vez, sem a expectativa de um encontro marcado para o próxima noite ou a festa datada para o sábado que adviria dali a dois dias. Assim, sem a eventualidade da vida posta em calendário, cada passo era dado em direção ao novo e todo cenário era uma surpresa. Passei a curtir mais a viagem e o destino tornou-se pleno de possibilidades". Foi uma atitude que requereu de mim muita força de vontade e uma "desprogramação mental" porque ela contradiz todas as regras de sensatez que ouvimos durante a nossa vida, que devemos planejar cada movimento que executamos.
Segundo, saúdo a chegada da Menina que, por certo, nunca deixou de estar a cercá-la em todos os momentos em que a Dama se pronunciou.

Dani disse...

Meu marido que diz: expectativa só gera frustração. Mas o inesperado... pode ser muito bom.

beijo rouge

Dani

disse...

Vc disse tudo! Comigo é a mesma coisa. Quanto mais expectativa crio mais me decepciono. No entanto, quando menos espero é que as coisas boas acontecem!

Bjos

Cinderela Descaída disse...

As expectativas são um problema! Aprendi isso estudando marketing, veja só que coisa.
Expectativas muito altas dificilmente são superadas. Por mais que o cara tente, ou que o filme seja bom, nada bate a nossa cabecinha funcionando!
Quando não estamos tão preparados, damos chance ao azar, vamos dizer assim, e as coisas acontecem!
Eu, nesta semana, fiquei triste porque perdi uma seguidora. Fiquei pensando: será que eu errei em algo? Será que meus posts estão perdendo qualidade?
Que fazer? Como dizem os franceses: C´est la vie!
bjs e bom final de semana!

Iza disse...

No meu caso estou tentando fazer rascunhos agora porque sempre acbo largando alguma bomba no blog.

Quanto as expectativas, não sou muito de sonhar com comentários. Por lá aparecem em número suficiente e em ocasiões em que mais preciso de ajuda ou tomar alguma decisão.

Pode até dar a impressão que comento mais em um determinado blog do que no outro, mas é que comento aqueles textos em que tenho algo a dizer. Se não entendo do assunto não falo nada.

Talvez, seja por isso que eu venha sempre aqui, pois além de você escrever sobre o que quero comentar, ainda interage com seus leitores e isso é valioso para mim.

Não sei a que texto te referes como bom ou ruím, pois até agora todos os que comentei foram textos bons de ler.

Na semana que vem diminuirei o ritmo dos comentários. Então não se assuste quando eu chegar aqui e comentar vários textos de uma vez.

Bom fim de semana!

A imagem do cabeçalho ficou muito legal. Pena que o imageshack anda sacaneando os blogs.

Beijos!

Afrodite disse...

Olha,lembrei que foi assim que conheci meu marido:não esperava que fosse encontrar alguém bacana no dia que saí e fui apresentada a ele!Pior:não tive a menor paciência em sair nesse dia,que dirá me arrumar...rs..rs..
Foi sorte ele gostar de mim assim mesmo!
Beijo!

Álvaro Lins disse...

Somente: gostei

Moço do Sorriso Bonito disse...

Até uma frustração vira inspiração.

J@de disse...

Quando a gente não cria expectativas, não tem ansiedade e age mais naturalmente, aí tudo de bom acontece!!
Beijos

Fê Miceli disse...

É mais ou menos assim mesmo! De um jeito ou de outro isso sempre acaba acontecendo comigo!

Bjinhos

Atitude do pensar disse...

Ah, Dama!
Queria muito limitar um pouco minha expectativas, pois quebro a cara constantemente.
Porém, reconheço que, como seres humanos, somos feitos delas...
Por isso é tão difícil nos desconectar assim das expectativas.
Mas acho que a vida seria bem mais fácil sem elas...
Inté,
K.