domingo, 24 de janeiro de 2010

Os porquês...


Sou uma pessoa dos porquês... Tudo na vida tem que ter um sentido, um significado, uma razão pra agir... Sei que isso é muito cansativo, mais pra mim do que pra quem está em volta...

Gostaria muito de ser uma dessas pessoas que vivem, agem, você pergunta o motivo de serem ou fazerem assim e elas simplesmente dizem que nunca pensaram a respeito... Juro que queria ser assim, porque são pessoas mais relaxadas, que envelhecem mais tarde, que a vida parece não pesar tanto... Mas simplesmente NÃO SEI ser de outra maneira, porque desde a adolescência que me pergunto o sentido de tudo...

Intimamente sei que isso me levou às drogas e ao álcool... O único jeito que encontro até hoje de parar a minha mente é entorpecendo meus sentidos... Mas obviamente paguei um preço alto por isso e atualmente me limito a tomar minha cervejinha pra descansar a mente... Quando elimino minha "máquina de perguntar o motivo" tudo fica tão mais leve, fácil, divertido...

Por outro lado o fato de ser uma pessoa que indaga tudo sobre a vida, me impulsionou a querer melhorar, a querer mudar o que estava errado. Essa minha característica fez com que eu crescesse como ser humano... Pessoas que não se indagam viram "gado", seguindo o que todo mundo faz e o que todo mundo acha que é certo... As que se revoltam, que não aceitam, que questionam, é que mudam a sociedade. Não que eu tenha achado que mudei a sociedade... eheheh... Até gostaria de, mas não tive esse poder até hoje... eheheh

E você? Costuma se questionar?

Carregando imagem

Clique em qualquer lugar para cancelar

Imagem indisponível

Carregando imagem

Clique em qualquer lugar para cancelar

Imagem indisponível

15 comentários:

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Eu também costumo querer encontrar explicação pra tudo, comportamento, sentimento, crenças, contradições... não só meus, mas também de outras pessoas.
Como vc disse tem o lado bom do conhecimento (mas às vezes inútil, porque mesmo sabendo alguns porquês eu não quebro o ciclo vicioso de alguns comportamentos) e tem esse lado ruim de ser cansativo, desgastante, não conseguir "desligar" o cérebro, aí às vezes a gente quer é se anestesiar mesmo, porque a cabeça não pára... Cabeça podia vir com botão de liga/desliga, modo piloto automático... Ia ser mais fácil...

maximumforma disse...

Oi minha linda e querida amiga não costumo questionar acabo ficando com duvida e detesto a duvida para mim particularmente, acabo ficando fraco e triste então me polpo sobre questionamento
Um grande abraço
Ass:Rodrigo

Gisa Carvalho disse...

Pergunto mais aos outros q a mim mesma.. Chega a dar um despero.. Nem sei.

Celamar Maione disse...

Dama,
No blog da " Se..." a psicóloga, li um comentário seu em que dizia ser geminiana.
Também sou. É natureza de gêmeos questionar já que o nosso verbo é " eu penso".
Antes eu questionava mais, hoje, relaxei.
Sabe, eu fui fundo na Doutrina Espírita, como você já sabe, estudei, dei palestra, enfim, todas essas coisas e quanto mais eu estudava, mais me perguntava, até que resolvi largar tudo, parar de perguntar e deixar as coisas acontecerem um pouco.
Mudei com algumas questões, sim. Foi positivo para mim ? Demais. Só que, por um tempo, resolvi dar um STOP. Pensar demais enlouquece. Eu não quero ficar mais doida do que já sou..ahahahahha!
A mudança é dentro de cada um. No tempo certo.
Quanto a desanimar, desanima, não. Um dia o nosso dedo podre acerta. Quem sabe ?
Boa semana !

SAL disse...

Minha Daminha queridaaaaaaaa!!!

to c saudade de vc e das nossas conversinhas pelo msn!!!

acabei de ler tooooodo o "pra relaxar"... ainda não tinha me concentrado p isso!!!

então... esses porques perseguem a cabeça de pessoas como nós né?! acho q talvez pelo fato de não nos acomodarmos quase nunca c as coisas "normais"...

esses padrões é q acabam confundindo o nosso conceito de certo e errado, e isso faz mesmo c q a gente acabe por questionando tudo!!

qto as mudança... eu acho q mudança é a unica coisa permanente na vida de quem busca sempre estar bem consigo mesmo e em paz c o mundo!!!

bjoooo

Sylvio de Alencar. disse...

Complicado...
Nunca esquentei a cabeça me perguntando algo...: ía lá punha minha cara a tapa, e ficava sabendo aonde a porca torce o rabo...!
Talvez por isso aparento ter menos idade.

lpzinho disse...

Olá Dama!
Essa coisa de questionar, de viver atento e em constante procura por respostas tem me feito cada vez mais complexo. Acho mto legal esta tua trajetória, e o fato de vc mostrá-la em seus textos mostra o qto ela deve ser valiosa como aprendizado de vida. E eu.. de novo, sinto que tive uma fase onde deixava a vida correr e outra, a atual... onde virei um questionador.. algo até chato demais. Mas deve fazer parte do todo! Bjos.. boa semana!

Victória Moraes disse...

Eu me questiono o tempo todo, mas sempre acabo sem uma resposta conclusiva, o que é muito frustrante. Mas é como você disse, tentar descobrir o porque das coisas é o melhor jeito de crescer, deixamos de ser robozinhos que simplesmente fazem o q lhes foi mandado e passamos a ser seres humanos que questionam suas vidas e tentam melhora-las.

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Imaginaaaaa, nunca me questiono sabe.....hahahahha, eu sou a rainha dos porquês, tanto na mina vida sentimental, tanto na minha vida de estudante, sou a perguntadeira da classe...mas sabe...tú falou que era geminiana e todos os geminianos que eu conheço são assim, questionadores e dái filosofam sobre a vida, tem teoria sobre as coisas, rá, é uma delícia conversar com eles, tem um que faz psicologia e introjeta tudo pra ele, perguntou tando sobre boderline, que durante um tempo achou que era um, mas isso o fez pesquisar incansavelmente sobre a patologia e hj sabe que n é nada....imagina se ele n tivesse perguntado pq...ai ai ai, sempre falo demais por aqui....

Ju disse...

O ideal é sempre o equilíbrio. E o mais difícil de se conseguir! :/

bjos

Everton do N. Siqueira disse...

Bah minha cara...tudo isso é sinônimo de inteligência...Pessoas inteligentes são curiosas e querem entender o mundo que as cerca...simples assim...
Infelizmente o mundo atual é contra toda forma de pensamento, as pessoas são manipuladas pela mídia, por ideologias baratas ou por qualquer coisa que apareça, MESMO QUE ELAS SE CONTRADIGAM...É impressionante por exemplo pessoas que num dia dizem: "Gosto de Rock" e no dia seguinte dizem "Gosto de Pagode" e quando indagadas a respeito respondem: "Sou eclética" justificando a falta de senso e de maturidade...No exemplo, não que não possam existir (geralmente quem gosta de um não gosta do outro), até podem, mas se assim o são HÁ UM MOTIVO...Geralmente o motivo é óbvio, a falta de personalidade e capacidade mental (Culpa de um sistema educativo falido)....

Já que fala dos porques, cito o "respeito à opinião alheia" que deve existir, mas hoje em dia é desculpa para qualquer insanidade existente...se um terrorista explode uma bomba matando dezenas de pessoas justificam "é o pensamento deles, temos que respeitar a opinião", e por aí agora, nos mais diversos itens....o tal do "debate" não existe, a começar de grandes "fóruns mundiais" onde um fala e outros assinam embaixo até chegar nas casas onde sentamos na frente da TV e no final cada um vai pro teu quarto dormir...

Onde está o diálogo?

Flavia Melissa disse...

Olha só prá quem vc fez a pergunta... JUSTO EU??? hahaha

De qq forma, já disse alguém que nõ me lembro quem: a ignorância é uma benção...

Beijos

Robson Schneider disse...

Meu exercicio hoje é pensar menos
e só no que realmente for necessário... claro que é um exercicio animal (sem trocadilhos), mas eu ficava cansado fisicamente por causa de minhas elucubrações.Hoje ta menos complicado por que descobri a meditação e ajuda muito viu... recomendo. Lembro de uma cena do filme "E o vento levou..." quando a Scarlett mata um invasor na sua fazenda pra salvar sua familia, dai sua irmã (se não estou equivocado) tem uma crise de moralismo religioso e apesar de ser beneficiada pela morte do cara, lança um monte de fardos de culpa religiosa sobre a Scarlett, que diz assim...
- Vou pensar nisso amanhã, agora tenho coisas mais urgentes...
Isso me marcou demais, pois percebi que sofria muito, por me obrigar a pensar em coisas que me faziam mal...e tenho me recusado a pensar num monte delas hoje. Aperto a tecla "foda-se" muitas vezes ao dia.
Bjo

Tucha disse...

Sou também uma busca, uma pergunta, um enigma... Por vezes isto me agita, me inqueta, me anima, por outras me deprime, me afasta das pessoas...
Mas prossigo, só paro quando morrer, será?

Carol Brunel disse...

Gostei do novo blog...
e eu quem diga sobre os porques... também vivo me questionando e questionando sobre tudo. Às vezes piro nisso!

Abraços!!!