sexta-feira, 15 de outubro de 2010

O motivo dos anos passarem rápido!


Gente! Eu adoro ler blogs porque sempre encontro um "Ovo de Colombo". Aquela frase, aquele texto, aquela expressão que a gente buscava e que não vinha de modo certo na nossa mente!

Vou colocar esse trecho de um texto que li no blog Meu Divã - BLOG OFICIAL e que achei simplesmente perfeito. Era a explicação que queria para quando me deparo com um texto de alguém reclamando de como o ano passou rápido, de como a vida hoje em dia passa mais rápido do que antes... Pelamordedeus, não foi o relógio que acelerou, gente!! Mas as nossas referências em relação ao tempo é que estão adormecidas!

Pode perceber que quando estamos dentro de uma situação muito ruim, ou muito boa, sentimos exatamente aquela fase. Mas quando nossa vida está monótona, tediosa, rotineira, a impressão consciente que temos é que o tempo custa a passar, mas o que de verdade ocorre no nosso cérebro é que não percebemos, não sentimos, ficamos absolutamente anestesiados pela repetição dos acontecimentos...

Pessoas mais velhas sentem menos o tempo passar, porque nada é tão novidade assim, elas já vivenciaram muitas situações. Para as pessoas mais novas tudo é intenso, é um desafio constante, então o tempo não passa sem que elas percebam...

Bem, vou colocar o trecho do texto, porque ele explica bem melhor a idéia e o restante se quiserem ler, deixo o link no final, para esse post não ficar maior do que já vai ficar... rs:

"O cérebro humano mede o tempo por meio da observação dos movimentos.
Se alguém colocar você dentro de uma sala branca vazia, sem nenhuma mobília, sem portas ou janelas, sem relógio... você começará a perder a noção do tempo.
Por alguns dias sua mente detectará a passagem do tempo sentindo as reações internas do seu corpo, incluindo os batimentos cardíacos, ciclos de sono, fome, sede e pressão sanguínea.
Isso acontece porque nossa noção de passagem do tempo deriva do movimento dos objetos, pessoas, sinais naturais e da repetição de eventos cíclicos, como o nascer e o pôr do sol.
Compreendido este ponto, há outra coisa que você tem que considerar:
Nosso cérebro é extremamente otimizado. Ele evita fazer duas vezes o mesmo trabalho.
Um adulto médio tem entre 40 e 60 mil pensamentos por dia. Qualquer um de nós ficaria louco se o cérebro tivesse que processar conscientemente tal quantidade.
Por isso a maior parte destes pensamentos é automatizada e não aparece no índice de eventos do dia e portanto, quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo.
É quando você se sente mais vivo!
Conforme a mesma experiência vai se repetindo, ele vai simplesmente colocando suas reações no modo 'automático' e 'apagando' as experiências duplicadas.
Se você entendeu estes dois pontos, já vai compreender porque parece que o tempo acelera quando ficamos mais velhos e porque os Natais chegam cada vez mais rapidamente.
Quando começamos a dirigir automóveis, tudo parece muito complicado, nossa atenção parece ser requisitada ao máximo.
Então, um dia dirigimos trocando de marcha, olhando os semáforos, lendo os sinais ou até falando ao celular ao mesmo tempo.
Como acontece? Simples: o cérebro já sabe o que está escrito nas placas (você não lê com os olhos, mas com a imagem anterior, na mente); o cérebro já sabe qual marcha trocar (ele simplesmente pega suas experiências passadas e usa, no lugar de repetir a experiência).
Ou seja, você não vivenciou aquela experiência, pelo menos para a mente. Aqueles críticos segundos de troca de marcha, leitura da placa são apagados de sua noção de passagem do tempo.
Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida.
Conforme envelhecemos as coisas começam a se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações... - enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.
Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, ano ou, para algumas semanas, na década.
Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a... ROTINA..."

O restante do texto aqui.

18 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Nossa, pra mim é TUDO AO CONTRÁRIO!

Sério, se estou em uma rotina, tudo parece lento, cansativo, arrastado.
Como diz a musica do Chico Buarque "Todo dia ela faz tudo sempre igual, me sacode às seis horas da manha...)

Bastou mudar o roteiro, o dia voa (principalmente os dias de folga hahaha). O tempo passa, os dias voam.

Se a minha vida está boa, parece que o dia passa em segundos. Se está chata, o dia é longo, olho no relógio e penso "ainda"...

Como este ano está sendo um ano bom, com mtas novidades e bons momentos, sinto o ano voar. Mas em tempos que vivia uma rotina chatézima de trabalho-estudo, ai ai ai, que demora!

Enfim, isso que é o bacana da vida, percepções distintas sobre um mesmo ponto de vista.

adorei a reflexão! boa sexta e... que seu dia então passe mais lento, pelas boas novidades!

REVISTA DO ED disse...

Caramba Dama

Faz dias que não venho aqui em teu espaço ou até mesmo no outro. Gosto de tuas postagens mas estava meio que fora em função das obrigações. E agora, fazendo uma ponte com o texto acima, quanto tempo, e olha que passou rapidinho, hein rsrsrs...

Mas, o caso é sério mesmo. Tem muitas situações que a gente se pega a dizer que os dias, a semana, ou o mês passou rapidinho, no entanto não paramos para observar que de fato, o tempo nos é medido conforme o nosso cérebro de ocupa. Diz o "velho deitado" mente vazia, oficina do diabo. Ou seja, dizem que o tal cidadão, o diabo, é o pai da mentira, portanto a maior mentira que jogamos ao nosso cérebro é mesmo a passagem rapida do tempo. Quando estamos a fazer nada, a mesma mente processa uma longa espera, uma vez que nosso dia está vazio. Mas, por outro lado, quando estamos por demais atarefado esta mesma noção de tempo se perde. Parece meio confuso, mas é uma realidade que se encontra incravada na gente.

Deixo um forte abraço a ti e o desejo de sucesso sempre em todos os dias, com muita paz!

Beijos na alma!

disse...

Adorei saber disso! Eu sempre me questionava o pq do tempo passar cada vez mais rápido :P

Bjos

lpzinho disse...

Nossa, escrevi sobre o tema estes dias no meu blog!!! É engraçado como tem gente que reclama do tempo em geral. No blog eu apenas levantei o assunto por achar estranho e por constatar algo bastante concreto em relação a isso, mas acredita que mta gente achou que era reclamação? Na verdade nada a ver com o seu post mas eu concordo com alguns dos argumentos do seu textos mas não com o todo. Acho mesmo que o tempo acelerou e está acelerando, não vê quem não quer. E hj eu digo... não é apenas opinião minha, é algo que dá pra demonstrar!
Eu concordo que em determinadas situações o tempo parece passar demorada e lentamente e em outras passa mto mais depressa do que se poderia imaginar. Isto são sensações! E eu digo que ñ concordo pq não foram as minhas referências que se adormeceram. Até citei o exemplo dos filmes. É algo físico... se antes em "seis horas" cabia assistir 03 filmes de cêrca de duas horas e hoje, 20 anos depois dá pra ver um filme e meio mais um desenho animado, fica óbvio que algo aconteceu. Mas enfim, é um modo meu de observar a coisa, opinativo não é ehehhe
Bom... o fato é que isso faz ver o qto de gente que tem reclamando do tempo e da vida, meu DEUS!!! Beijos... se cuida minha amiga Dama!! =)

Palavras Vagabundas disse...

Dama, gostei da reflexão!
abs
Jussara

SAL disse...

"és um senhor tão bonito quanto a cara do meu filho: tempo, tempo, tempo..."

o tempo é mesmo um grande mágico né?! faz 1 hora parecer 2 dias, e a mesma 1 hora parecer 5 minutos.

isso é tão encantandor... justamente porque faz com que tenhamos essa dosagem de definição de emoções!

o tempo é amigo, pra quem sabe usa-lo a favor!

bjo queridama

Ana Wants Revenge disse...

concordo!

outro lance a analisar sao os problemas... reparou que a noite eles parecem bem maiores? ;)
beijos
.
.
.

Niseloka disse...

De acordo com alguns estudos sobre a sociedade o tempo e o espaço não existe. Nós é que medimos o tempo e o espaço.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Muito bom o texto! Legal ter compartilhado com a gente!
Realmente, quanto mais velha é a pessoa, mais é comum ouvir essa pessoa dizendo que o tempo voa, que o ano vôou... Enquanto crianças e adolescentes quase nunca dizem isso...
Quando eu era adolescente, tinha a impressão que a semana não passava, os meses arrastavam, os anos custavam a passar, agora parece que voa, rs... Me assusto de pensar que já é outubro...
Talvez a solução pra isso seja não deixar a vida cair em uma completa rotina, todo ano tentar alguma coisa diferente, viajar, curtir mais cada momento... Quem sabe assim o tempo passa mais "devagar"...

Abçs

Rê Ura disse...

Dama..
O tempo tem me deixado louca... As vezes passa tão rápido que não consigo fazer abosultamente nada do que preciso e outras vezes demora tanto a passar que me sufoca olhar para o relógio..

beijos

Accácia disse...

Adorei o texto!
E explicou o que sinto qd vejo o tempo VOAR em determinados momentos e SE ARRASTAR em outros!
Beijo!

Ramonices disse...

Muito bom o texto
:D
Mas nem ligo muito para o tempo, tenho pouco tempo para ficar me preocupando com o tempo que tenho :P

Abraços Thiago Ramone.

Telma Maciel disse...

Pois é... eu tinha era a msm impressão que o Alexandre falou, mas depois percebi que é verdade.
O caso é que qndo um dia é cheio de novidade, ele passa rápido, mas é bem mais aproveitado...
Mas qndo não tem novidade... apesar do dia parecer passar rápido, os dias passam logo, sem nada pra contar. Sem graça!
Acho que a relação rotina x tempo não é tanto pela passagem do tempo, mas pelo pouco que aproveitamos e aí ele passa sem ser percebido. Tendeu? rs
Beijo grande!

::::FER:::: disse...

eu sempre me preocupei com o tempo, em tudo... hj mesmo tive uma experiencia desastrosa no salão em relação ao tempo, e eu ia postar algo em relação ao tempo, mas resolvi vir aqui antes como de rotina, e percebi que quando falei em casamentos a maior parte dos blogs que sigo falaram tambem, coicidiamente, hj eu ia falar de tempo, mas os blogs estao falando sobre isso hj.... vou deixar pra depois, ja esfriou a vontade de escrever, e tenho que dormir cedo hj pq amnha tenho horario cedo e o TEMPO é curto qdo estou navegando qdo percebo la se foram horas... xi horario de verão então detesto!

@Flafli disse...

Caramba... sabe que nunca tinha pensado nisso?! Realmente o tempo é relativo às nossas experiências...

Sabe... queria ler, viajar, sair com meus amigos, fazer exercícios, comer coisas gostosas, respirar ar puro, visitar minha família, blogar, inventar... tudo ao mesmo tempo! Tem tanta coisa pra fazer... ai não vai dar tempo em uma só vida! rs...

Eliane Furtado disse...

Adorei o texto! E saber que vc ama passear pelos Blogs.

Flor de Lótus disse...

Oi,Dama!Concordo com o Alexandre as coisas rotineiras e exaustivas do dia a dia levam horas, uma eterninadade para passar, agora momentos especiais ao lado de pessoas especias, passam tão depressa que quando a gente se dá de conta o dia acabou...
Nessas horas lembro de Eisten dizendo da relatividade deas cosias e com certeza o tempo é relativo.
Beijos

Juci Barros disse...

Concordo, nossa percepção do tempo está diretamente ligada ao que nós fazemos dele.
Beijos.