quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Amigos virtuais...


Usamos o termo amigos reais para nos referirmos aos amigos que são feitos por outros meios que não a internet. Amigo de carne e osso, que podemos abraçar olhar no olho e tal. Mas amigos virtuais muitas vezes são tão presentes na nossa vida, que não podemos deixar de considerá-los reais.

O amigo virtual é o que está mais disponível. A gente liga o pc e ele está ali, sempre acessível, talvez nem sempre disponível, mas muito mais acessível que os nossos amigos reais. Basta um clique numa janelinha e podemos desabafar, trocar idéias, dividir nossas alegrias. É algo imediato, é como se o amigo virtual morasse contigo, ele está dentro da sua casa, nem que seja por uma tela, mas está ali podemos senti-lo...

Já os amigos reais podem não ser encontrados, e quando encontrados podem não estar disponíveis. Sem contar que pelo computador a gente relaxa mais, é fácil deixar os pensamentos fluirem. Porque sabemos que a pessoa do outro lado da tela, não está só te dando atenção, mas fazendo outras coisas na internet. Não necessariamente ele está ali para te ouvir, para conversar contigo, mas para isso também. Isso nos tira um peso de estar incomodado e tal...

Tem o amigo real, que mal aparece na sua vida. A gente sabe que ele está lá, que é seu amigo, mas a vida separou de uma forma que a gente mal se encontra. Por outro lado, tem o amigo virtual que está sempre ali, diariamente participando de tudo.

Não podemos esquecer do amigo virtual que também é real. Porque houve a passagem de forma para a outra, muitas vezes se mantendo nos dois níveis, estados, ou como queiram chamar. No meu caso é a Patrícia, que está presente na minha vida das duas maneiras. Converso com ela pelo msn e também nos encontramos...

Seja de que forma for, a internet criou essa nova forma de se relacionar, que para muita gente é a salvação de uma solidão total. É a tecnologia suprindo o ser humano de afeto. Muito interessante isso!

23 comentários:

Rê Ura disse...

E digo mais. Eu mudei de cidade há alguns anos e todos meus amigos reais viram virtuais, pois hoje em dia raramente nos vemos, nosso maior contato é pela internet mesmo, é aqui que eu desabafo, conto fofocas e converso com os meus amigos.. é uma forma de estarmos juntos mesmo estando longe!

Chica disse...

É incrível como cresceu essa amizade virtual.E nos sentimos amigos mesmo...beijos,chica

Pattr!cia disse...

Oi Dama

Já chorei por não ter amigos "reais" presentes. Já deletei amigos "virtuais" por se tornarem malas. Amigos reais de ontem são os virtuais de hoje, e amigos virtuais de ontem são reais hoje.

Reais ou virtuais me apego somente a uma coisa: "E amigo é isso: aquele que a presença conforta sem precisar de muito gesto ou dramatização." (Martha Medeiros)

Beijos

Pandora disse...

Pois é Dama a tecnologia criou essa nova forma de se relacionar e como a Rê Ura disse, ainda há amigos reais que viram virtuais, eu tenho um monte!!!

Beijos, cheros!!!!

Isadora disse...

Dama, perfeita a sua colocação. Tempos modernos e nada mais interessante do que essa mudança na forma de nos relacionarmos.
Embora, os meus amigos reais também sejam virtuais estamos muito juntos, mas os que eu adquiri por aqui, na verdade acabo tendo mais contato. É impressionante. Brinco que por aqui é amizade à primeira tela!
Um beijinho

Telma Maciel disse...

Tenho um certo receio dessa tecnologia suprindo o ser humano, mas eu AMO essa possibilidade de fazer amigos via internet.
Não conheci pessoalmente a maior parte dos meus amigos virtuais, mas é pq cada um está em um Estado, né? Não tenho grana pra isso... mas muitos são AMIGOS DE VERDADE!!!
Mas eu conheci pessoalmente uma boa turma vinda da net... são as amigas com quem tenho ctto até hoje (tem uns 5 anos isso) e tudo por causa da Sofia. Todas com filhos, a maioria da msm idade. A gente procura se encontrar sempre, pq as crianças se adoram!
É MUITO BOM ter amigos virtuais, mas é mais gostoso ainda quando os conhecemos pessoalmente... Mas ADORO a possibilidade de a cada dia conhecer mais gente!!! Não fosse a internet, qtos amigos teríamos?
Beijo

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

tenho excelentes amigos virtuais, alguns se tornaram reais (outros não, pq o oceano separa a amizade).

tem mta gente boa nessa net, mta gente legal. acho mais fácil achar gente "afim", gente que tem um mesmo modo de pensar que o nosso porque não há a barreira física, não há a necessidade do convívio. é mais fácil achar alguém legal que mora em outra cidade do que achar um que mora no seu prédio, por isso o virtual é mto bom.

eh isso ai, amigos virtuais são amigos sim, de verdade!
bom dia

Palavras Vagabundas disse...

Dama, sou nova por aqui. Após minha aposentadoria fiquei mais em casa, portanto longe de amigos(as) que trabalham! Mas continuo perto deles, sem chateação e sem ser em hora incoveniente, tudo isso pela Internet! Aliás muitos deles me incetiveram a ter o blog, pois gostam muito como eu descrevo os livros que leio. Aceitei o desafio e tenho feito mais amigos. Me espanta, ainda, como em pouco tempo a gente começa a conhecer as pessoas e a gostar delas. Adorei sua reflexão sobe isso.
bjs carinhosos
Jussara

Marli Borges disse...

Verdade amiga.
O sentimento de amizade que conquistamos na virtualidade dos blogues vai muito além das linhas materiais que circunscrevem nossa existência e, embora as relações sejam virtuais, o sentimento de amizade é real. Veja como eu penso: "São interações virtuais, sim. Mas são verdadeiras e habitam um lugar real no coração da gente!"

Já postei sobre esse tipo de amizade. Se vc quiser, pode dar uma olhadinha, aqui:
http://marliborges.blogspot.com/2010/07/o-que-me-fez-uma-blogueira.html

Bjssss

Ramonices disse...

E os amigos reais nao deixam de ser virtuais, pois muitas vezes temos muito contato com eles via internet, nao tenho nada contra amigos virtuais, tanto que tenho muitos por sina, o problema é quando a pessoa deixa os amigos reais para ficar com amigos virtuais, tipo deixa de ir em um barzinho com os amigos para ficar no pc...

Abraços Thiago Ramone.

J@de disse...

É impressionante como amizades nascidas de forma tão inusitada tornem-se tão firmes, né?
Tenho uma amiga de mais de 30 anos que hoje em dia sequer ligo para ela, ao passo que para uma amiga virtual conto todas minhas novidades!
Beijos!!

SAL disse...

disse tudoooooo!!

tem um trecho de um texto que eu adoro e fala bem sobre isso "Por não ser ao vivo, perde o caráter afetivo? Nem se discute que o encontro é sagrado. Mas é possível estar ao lado de quem a gente gosta por outros meios. Quando leio um livro indicado por uma amiga, fico mais próxima dela. Quando mando flores, vou junto com o cartão. Já visitei um pequeno lugarejo só para sentir o impacto que uma pessoa querida havia sentido, anos antes. Também é estar junto."

qdo eu tenho uma questão e penso "como será que a minha amiga Dama iria se posicionar diante disso?!"... é um encontro!

pois bem... é um prazer te-la no meu msn, nos meus comentarios e nas minhas duvidas sobre algumas questões!

beijo

lpzinho disse...

Posso dizer uma coisinha sobre o assunto hehe Nos meus tantos anos de vida real, tenho hj em dia pouquíssimos amigos(ou amigas) de verdade. Uns casam, outros somem, casam, desaparecem... Os virtuais tb, conheci mta gente e vários sumiram. Mas são os virtuais que vieram pro mundo real(ou não) é que são as melhores amizades. É td relativo uma vez que estamos falando em vidas, sejam virtuais ou reais mas no meu caso, as amizades que vieram pela net tem sido mais presentes e verdadeiras! =) Um beijo!

Carla Farinazzi disse...

Dama,

Essa internet está cheia de gente muito bacana, que te compreende melhor do que muitos amigos "reais".
E para mim, que consigo escrever melhor do que falo, então... delicio-me. Adoro estes amigos virtuais, tão importantes e próximos. É tudo de bom.

Mesmo porque, eles são tão reais...

Beijo

Carla

Accácia disse...

Pena que algumas pessoas confundem amizade com sacanagem,né?
Acho lamentável isso...mas fazer o que?
Seguir em frente e prestar mais atenção onde nos metemos...
Beijo!
Accácia/Afrodite

Marcos disse...

Ainda bem que existem os amigos virtuais... pois os de carne e osso estão cada vez mais ausentes... e o interessante é que deveria de ser o contrário.

Eu não sei se relaxamos nas amizades reais por conta das virtuais estarem suprindo a reais... sei lá, coisa para se pensar....

Sinto falta de amigos reais, pois hj as amizades estão superficiais...

bjs

RAFAEL disse...

Eu vejo que as pessoas de carne e osso da nossa vida, esses "amigos" estão cada vez mais distantes, já nem podendo mais serem chamados assim. Já cairam de posto, são colegas, e logo apenas conhecidos...

As pessoas que conheço da internet, que nem sei como são, pq muitas delas nem pela camera vi, são mais presntes na vida ( assim como vc disse) do que aqueles que cresceram conosco.

Cultivei boas amizades ao longo dos anos, mas muitos se foram pra longe. Há ainda o sentimento de carinho, mas ao mesmo tempo uma frieza no contato que dificilmente mudará com cada um num canto do mundo.

Gosto de amizades virtuais...isso é a evolução da nossa especie...rs.

Vc é minha amiga virtual, mesmo não tendo mais tanto contato...mas sei que dia desses voltaremos a nos falar e colocar as idéias em dia...

beijão...

disse...

Olá, Dama!

Mtos amigos virtuais são mais "reais" e presentes que alguns amigos "reais"...

Bjos

Amanda Lourinho Braga disse...

Sabe que essa semana mesmo eu estava pensando nisso Dama, hoje pr meio principalmente do Blog, conheci pessoas maravilhosas, algumas já passaram do mundo virtual para o real. Nos identificamos tanto, falo mais e tenho mais atenção dos amigos virtuais do que de alguns reais, sabia. A net tem lá suas futilidades, dependendo da forma que se usa, mas vocês amigos blogueiros, são um presente a parte. Beijos.

VaneZa disse...

Engraçado que só entende quem os têm. Senhor meu marido não entende.
Quando ele me pega escrevendo comentários pra ti ou pra outra amiga ele diz... "fica falando da tua vida pra quem você nem conhece". Aí eu tento me colocar no lugar dele... e chego a conclusão que essa relação é muito estranha mesmo pra quem não a vive.
Mas pra gente é tão normal, né? Ô povo estressado rs.

Mas eu acho que intuição é uma grande arma ao nosso favor nesse caso... eu nunca me decepcionei com ninguém... assim... tipo... ter contado algo em off por exemplo e a pessoa divulgar. Só teve um caso de um blogueiro, que deixei de seguir porque eu fiz um comentário explicando porque não posso ter homens como seguidores e bebebaba... e pedi pra ele não aceitar o comentário... mas ele aceitou... pedi de novo e ele aceitou de novo... daí eu deletei da maneira que eu podia... nem sei se ele recuperou os comentários e deixei de seguir e comentar no seu blog. Liguei o foda-se na boa!

BeijoZZz

Atitude: substantivo feminino. disse...

Eu adoro amiguinhos virtuais!
E é exatamente como vc disse: eles estão sempre aí!!!

Bill Falcão disse...

Apenas, humildemente, assino embaixo!
Bjoo!!

Roderick Verden disse...

Perdão, Dama, se estou sendo repetitivo, mas estou descrente tb de amizades virtuais. Evidentemente, q seria muita pretensão de minha parte culpar as pessoas e me achar o bom, a vítima. Na minha vida pessoal notei , até mesmo pelo olhar, q decepcionei certas pessoas, mas minha consciência não pesa, e ela(minha consciência) costuma doer quando percebo meu erro. Creio q eu passo uma imagem diferente do q realmente sou. Abomino falsidade, mas parece q as pessoas esperam bem mais de mim, do q eu posso dar; isso mesmo: não correspondo às expectativas de outrem. E como muitos(a) ja me decepcionaram!

Cheguei a crer q amizade virtual seria melhor q a real; hoje, não acredito nisso, o amigo cibernético é bem mais perigoso. Decepções pipocaram.
Ainda restam três amigas, duas delas só mantenho contato por e-mail(uma delas costuma opinar no meu blog), a outra é a minha amada LL, a qual tenho um relacionamento conturbadíssimo, de idas e vindas. Por enquanto ainda existem as três; vamos ver até quando.

Ando cada vez mais niilista... e apático!

Beijos, Dama