quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Crise existencial com o tempo!

Estou em crise com a falta de tempo que me encontro. Aí, lendo esse post no blog da Monica, percebo que o que acontece é que reclamamos muito de falta de tempo. Mas será que a nossa falta de tempo é real, ou estamos gastando tempo com o que não vale a pena? Essa é a minha crise existencial!

Eu tenho acordado duas horas mais cedo do que acordava. Corro, corro, corro e quando vejo já tá na hora de sair para o trabalho. Lá o tempo não passa tão rápido... rs... mas é só eu colocar o pé fora do trabalho e parece o que tempo dispara. É sério! Olho o relógio a cada 10 minutos, na esperança que tenha passado só 5 e na verdade quando vejo foram 20 minutos que voaram.

Os finais de semana voam. Não sei o que tédio de domingo! De sentir que não tem nada para fazer! Não sei mais o que é sentir isso!! Quero urgentemente sentar e sentir tédio! rs

Gente! Isso não é normal! Então fico pensando, tentando entender o que está comendo meu tempo. Analiso, revejo e não consigo identificar. Só me resta uma resposta. Estou gastando tempo com algo que é dispensável e ignorando o que é essencial. Só pode ser isso! Aí a crise existencial bate feio! O que seria essencial e o que posso descartar? O que posso ou devo deixar de fazer? O que tenho que passar a priorizar? Me cansa tanto pensar nisso! E o que me dá mais ódio é ver mulheres com filhos, trabalhando, estudando e arranjando tempo para tudo! Só posso ser uma péssima administradora de tempo! Péssima!

Chega! Não quero mais escrever, porque está gastando meu tempo... rs... Mas se alguém quiser dar uma sugestão pode dar, mas pelamordedeus, nada politicamente correto, do tipo "faço o que eu digo mas não faça o que eu faço" rs.

18 comentários:

SrtA. L. disse...

Estamos nos mesmo barco, querida!!!

Até postei sobre isso...

Gosto de vir aqui, me divirto muito e pode apostar

que não perco meu tempo com isso...rsrsrs

Mas vou nessa, pois o tempo urge!

Beijo apressado, rsrsrs (eu não falei??)

;P

Diego? Glommer? disse...

Só sei de uma coisa... o tempo e seu temível instrumento de medição, o relógio, foram criados com o único intuito de nos sufocar...

Abraços!

Carla Farinazzi disse...

Dama,

O tempo realmente se faz escasso. Para mim é uma tortura, porque sou uma pessoa que termina tudo o que começa. Então, você imagina, é algo enlouquecedor.

Resolvi, então, que estou gastando muito tempo dormindo seis horas por dia. Agora durmo quatro.

Não sei onde vou parar. Mas optei assim.

Beijos

Carla

VaneZa disse...

Minha amiga... eu sei com que gasto meu tempo... dormindo e na blogosfera. Faz tempo que não leio um livro... quer dizer... tô lendo um agora porque é de uma blogueira e quero depois dizer a ela o que achei. Ainda bem que a leitura é boa... aqueles livros que não cansam.

Eu perco muito tempo também por causa do TOC... por conta dos rituais que tenho que cumprir... tipo... ele consome quase toda a minha vida... mas já foi muito pior rs.

E tipo assim... uma vez me disseram que programação é fundamental... eu até tentei fazer uma tabelinha com todas as atividades diárias e tal... só que fazer uma tabelinha dessas pra quem tem TOc é pior do que a prisão. Durante as primeiras semanas funcionou... mas eu não sou robô e imprevistos acontecem... só que imprevistos não podem acontecer para quem tem TOC e tem uma tabelinha que diga o que ela tem que fazer... saca? Daí não rolou... mas pra quem é normal essa história da tabelinha pode ser legal

Boa sorte aí na sua luta contra o tempo ou a favor... vai saber rs.

BeijoZZz

Atitude: substantivo feminino. disse...

Oi Damita!
Também me sinto exatamente assim como vc descreveu. As vezes chego a achar que algo no eixo da terra mudou e apesar do dia não possuir mais 24 horas, ainda trabalhamos 8 horas por dia. É a sensação que eu tenho..que as horas do dia encolheram.

Sabe...as vezes tenho vontade de bater palma para os workaholics, pois estes são felizes 5 dias na semana e vivem no tédio 2. Eu sou o oposto e vc não imagina o desgosto que me dá não ter tempo para fazer o que quero. Ou simplesmente como vc disse: fazer nada.

E isso me deixa triste. Não sei se é crise existencial como vc descreveu ou má administração do tempo mesmo.
Vou observar também. Talvez eu tbm esteja entupida de coisas dispensáveis!

Beijos

Rê Ura disse...

Ahh agora entendi o por quê da sua crise existencial, não é por mesmisse, mas por falta de tempo... Mas ó. Não acha que é só contigo, porque definitivamente não é.. Meu tempo voa (a não ser no trabalho que demora pra c$#%&#!) as vezes não tenho tempo nem de ir no banheiro uahuahua =) mas e a vida!

Beijos

DRIKA disse...

Nao sinto essa falta de tempo que as pessoas tanto reclamam,acho que o ser humano quer demais de uma existencia que oferece muito pouco,entao só no trabalho que cumpro horários,o resto só o que quero.Grande abraço!

Accácia disse...

Tô passando pra te agradecer todas as vezes que me visitou!
Resolvi dar um tempo nesse meu blog e me manter no que comecei,que é onde sou mais cobrada para postar!
Se quiser aparece por lá!
Será um prazer te receber!
Beijo!
Accácia

Palavras Vagabundas disse...

Dama,
passei anos sem sentir tédio no domingo, pois esse era o único dia que eu tinha para organizar a casa, fazendo coisas como ir ao supermercado ou arrumando armarios - um dia cansei! Queria ir a praia com minhas filhas, deitar na rede e ler um livro, me aconchegar ao marido. A partir desse momento, que foi há uns 15 anos atrás, quero que se f* se alguém chegar na minha casa e ela não foi varrida. Os armarios eu arrumo uma ou duas vezes por ano e por aí vai, se o livro é bom eu continuo lendo, como um sanduiche e o resto que se vire! Quando parei de fazer coisas que realmente não são essencias, ganhei muito tempo.
Entenda, minha casa é organizada e todo mundo faz três refeições por dia, mas se temos coisa melhor para fazer a louça suja fica em cima da pia de uma refeição para outra.
bjs
Jussara

Elaine Gaspareto disse...

Querida,
Estou assim, e já durmo pensando que até dormindo o tempo tá passando rápido demais. Nunca é sufuciente..
Tempo, mano véio, cadê tu???

Beijossss

Riff disse...

Sabe... Não existe este papo de falta de tempo... Existe sim, vontade de fazer ou não fazer. Qdo se estar a fim...Ninguém segura agente não. Passamos torpedo no banheiro, atendemos celular nas escadas do prédio, marcamos encontros em horários loucos, passamos emails do blackberry e assim vai... Ninguém segura o mulheril qdo está a fim.

Se o descaso prevalecer daí sim, mandamos a desculpa esfarrapada...NÃO TENHO TEMPO...Que mentira que lorota boa...

Bjitos e vim te visitar...
Já fui no outro Blog que adoro e obrigada pelas visitas...

Ja virei seguidora... preciso q. seja minha tb, pois assim te acho com maior facilidade.

Parabéns pelos dois blogs...tudo...

@Flafli disse...

Ai... entendo vc completamente! Tenho a mesma sensação... no meu caso descobri o problema: preciso mudar de emprego!!! rs...

beijo!

disse...

rsrs... Meu dia parece que tem 30 horas...
Quer?? te passo umas horinhas extras e fica tudo bem.
Ao contrario de vc sinto um tedio profundo, o tempo sempre se arrastando.......
Beijoss

Bill Falcão disse...

Creio que as pessoas não fazem o que gostam quando estão longe do trabalho, que também não gostam.
Se a gente encontra prazer num livro, num disco, num filme, vai ter coisa boa pra pensar. Agora, não dá pra passar o tempo vendo Silvio Santos e BBB. A cabeça continuará vazia, frustrada. Quer uma dica? Passe a visitar livrarias. Fique horas lá. Olhe tudo.
Bjoo!!!!

Alysson-Syn disse...

Gostaria de poder te aconselhar, querida Dama, mas meu dia parece que tem 240 horas interminávei devido à minha ociosidade. E existe um urgente esforço em mudar essa minha realidade, tanto quanto você deseja mudar a sua!!!

De qualquer forma, sucesso pra nós dois, a gente com certeza consegue! =)

Nilce disse...

Parace que a coisa é meio geral, querida.
Eu ando que é só sono à tarde. Eu só consigo dormir quando já é madrugada e continuo acordando no mesmo horário.
Não tem um dia maior não? Se descobrir me avisa.

Bjs no coração!

Nilce

Tatiana disse...

Hahaha...morri de rir lendo o comentário do Alysson....cada um com a sua realidade nao é?
O positivo é que voce tem consciência, o difícil é encontrar a SUA solução!!
No meu caso, por causa dos filhos, tenho horário para tudo, e no fundo isso me ajuda a nao dispersar e disperdiçar(o tempo).
Tem funcionado ate agora,a minha rotininha tem sido a minha solução.
Mas claro que tudo depende de onde moramos,se vivemos nos transitos da vida metade do dia ou nao, se temos ou nao aparelhos magicos a mao para checar emails e comentarios..etc..etc...Porque haja tempo se metade do nosso dia passamos no onibus, carro,metro...sem um bom celular "internetico" para nos salvar!
Beijocas!!

J@de disse...

Fiquei rindo aqui Dama quando li que vc não é boa administradora de tempo... é como eu com dinheiro né??
Mas eu sofro o mesmo que você, antigamente eu saía de manhã pra fazer as unhas e antes de meio dia estava de volta em casa, agora só consigo chegar duas, duas e meia da tarde!!
Eu acho que a gente faz coisas demais, não tem outra explicação...
Beijos!!