sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Adoro animais!


Não me lembro de ter feito um post sobre esse assunto. Mas também isso não quer dizer nada, porque esqueço quase tudo, minha memória é péssima... rs... A verdade é que amo animais! Dos domésticos, o que mais gosto são os cachorros, porque são mais expressivos, demonstram e pedem carinho de uma forma exagerada, gosto disso!

Adoro porcos também! Podem rir, gosto mesmo, acho fofinhos, dá vontade de apertar! Já tive um porquinho de estimação quando era criança. Morava numa casa que tinha um grande terreno, numa área bem rural. E ali criamos de tudo. Tive coelhos, galinhas, cachorros, gatos, e o porco. Ele se chamava Chiquinho e todos os dias quando chegava do colégio, ele vinha correndo me receber. Se jogava no chão e abria as perninhas para eu cutucar a barriga dele... Ficava ali um tempão mexendo na barriguinha do danadinho...

Sempre tive uma relação muito próxima com animais. Criei uma galinha que se abaixava sempre que chegava perto dela, a colocava embaixo do braço e a levava pra todos os cantos. Sei que quando esses bichos morriam, chorava semanas e assim fui crescendo com essa ligação forte com animais.

Depois de adulta só consegui criar cachorros, porque passei a morar em apartamentos... Mas todos os meus bichos são como membros da família.

Gosto sempre de mandar um foda-se bem grande para quem gosta de vir com aquele discursinho idiota de que eu poderia estar cuidadando de uma criança abandonada, de um velhinho. Dá licença de eu querer cuidar dos bichos? Então foda-se, e vá você cuidar de alguma coisa! Para reforçar essa idéia trouxe um trecho de um post da Elaine Gaspareto que achei ótimo:

"...Nos meus resgates já ouvi de tudo: “Vai ajudar uma criança”, e “Vai cuidar de gente, tem tanto asilo precisando”. Sempre ouvi essas coisas de quem não ajuda ninguém, nem criança, nem idoso, nem animal. Quem ama, quem se compadece, jamais escolhe a quem ajudar, de quem se compadecer..."

Geralmente quem manda você parar de cuidar de animais e ir cuidar de gente, são pessoas que não cuidam de nada, nem de gente, nem de animal, nem de planta e nem da vida deles, porque ficam olhando a vida dos outros!

A Elaine lançou uma campanha fantástica! Se chama Me chama que eu vou, em que se compromete a mudar o layout dos blogs em troca de doações para campanha/blog/movimento Adote um focinho carente. Nossa! Achei demais essa iniciativa dela.

Estou participando da campanha e digo mais! Não vou doar uma única vez, vou doar mensalmente uma quantia para a ajudar os animais, não para mostrar o quanto sou boazinha, porque não sou! É para ver se estimula mais pessoas que gostam dos animais, a fazer o mesmo! Vamos lá gente! A Elaine está doando trabalho, que é mais difícil, dinheiro é muito mais simples, qualquer quantia!

Conto com quem compartilha da minha idéia e a da Elaine, divulgando!

Veja os dados para depósito:
Flávia G. Ricco
Banco Itaú
ag 6695
c/c 01410-7
Depósito identificado pela sigla UPM
Emails para: flavia.ricco@gmail.com

18 comentários:

Atitude: substantivo feminino. disse...

Amooooo amooo amoo
Só quem tem ou teve sabe que relação é essa.
A minha última foi tão intensa que por hora não posso mais ter. Abro mão de coisas minhas para meus bichos e não tenho como viver assim, sabe.
Então decidi que por enquanto não posso ter novamente.
(meu cachorro morreu de idoso)

Agora só curto os dos outros e alguns vira latinhas da rua!

Ótimo post Dama!

Amanda Lourinho Braga disse...

Oi Dama, também vi essa campanha da Elaine, gostei muito e também quero ajudar, AMODORO bichinhos também, não sei como tem gente que maltrata ou não gosta, não sou capaz de matar uma barata sequer. Mas como cuido de gente pequena que dá um trabalho, escolhi animais que eu não precise gastar muito tempo diário com cuidados, porque sou contra você ter e não cuidar. Escolhi criar peixes, é uma terapia ver a beleza deles no aquário. Mas você gosta de bichos variados hein, até imaginei você com a galinha debaixo dos braços, kkkkkk. Beijos.

Cantinho da Cê disse...

Também adoro animais Dama. Vou entrar nesta campanha também.

Beijos,

Accácia disse...

Amo animais e a minha gata foi pega na rua!
Sempre que adoto um gato,faço com os que foram abandonados!
Cachorro é inviável pq moro em aptº e alugado!
Não deveria ter nem minha gata...rsrs
Vou fazer uma postagem amanhã e divulgar isso tb,ok?
Beijo!

Cigana do Oriente disse...

Se todos só se preocupassem com os velhinhos, ou só com as crianças, os outros todos que precisam de cuidados ficariam abandonados.
Cada um se identifica com um tipo de cuidado, então não importa se seja com plantas, animais ou pessoas, o importante é cuidar do que gosta e do que seu coração sente que é o certo.
Beijos e um ótimo fim de semana pra ti!

Malu disse...

Bela iniciativa .



Bjo e uma Noite de Paz ...

Niseloka disse...

Eu não era chegada a bicho, até se esbarrar com um gato branco fihlote que parecia um rato.Era tão esquisito, que peguei pra criar.Agora além dele, destribuinndo a quantidade de animais entre os membros da família, somamos 7 gatos e 3 cachorros.Adoro animais, são carinhosos, nos escuta e não reclama por isso e nem diz que não tem tempo.Estão sempre felizes em nos ver.

Mãe 24hs disse...

Parabéns pela iniciativa! Os cachorros são o máximo! Só querem a nossa presença e muito amor e carinho. Apenas quem tem entende esse amor! Bjos e um ótimo fds!

Pattr!cia disse...

Dama...

Confesso que não li seu post... explico:
- Eu amo cachorros! Mas infelizmente na quinta feira dia 21/10/2010, após 16 anos de maravilhoso companheirismo, tive que decidir em sacrificar minha cachorrinha.
Estou arrasada. Já tentei escrever no blog sobre o assunto, mas eu começo e me dá um nó na garganta terrível...
Prometo ler todo o conteúdo em breve... E desculpe escrever aqui. Mas entenda como uma forma de desabafo. Só quem gosta realmente de animais irá entender.
Mais uma vez desculpe o desabafo.

Beijos...

E que minha cadelinha Minie, me perdoe por eu ter dito sim a sugestão de dois profissionais para o sacrificio.

Accácia disse...

Oi Dama,
Eu apenas cumpri o que te prometi!
e por ser uma Humana de Estimação,isso foi parte do meu comprometimento,né?
rsrsrs...
Adorei a sua postagem e mais ainda conhecer o blog da Elaine!
Obrigada pela indicação!
Um beijo e bom final de semana!
Accácia

Elaine Gaspareto disse...

Daí que fui abrir o blog e vejo uns leitores novos... de onde vieram? Quem são?

Menina, vieram daqui, claro!
Muito obrigada mesmo!!!!!!!
Sem contar que seu post diz tudo o que acredito, de um modo deliciosamente assertivo...
Se as pessoas vão aderir? Minha lista de espera só faz crescer....
Beijos meus e lambidas da Menininha. Que está naqueles dias rsrsrs

Neli Alves disse...

"Geralmente quem manda você parar de cuidar de animais e ir cuidar de gente, são pessoas que não cuidam de nada, nem de gente, nem de animal, nem de planta e nem da vida deles, porque ficam olhando a vida dos outros!"
Amei isso. Vim conhecer seu blog através do blog da Elaine e amei. Muito bom. Vou te seguir. Bjks. Neli

J@de disse...

Eu também tive um porquinho quando criança, eu tinha uns 4 anos e um dia ele sumiu... acho que eu pensava que ele era de estimação e no fundo ele era pra outras coisas...
Sou uma pessoa mais de gatos, mas gosto de bichos em geral...
A gente tem que fazer o que nos toca o coração eu heim!!
Beijos!!

@Flafli disse...

Oi Dama! Hj no Caldeirão do Huck passou no quadro "Lata Velha" um senhor que cuida de uma ONG chamada "Todo Bicho" (interior de SP). Fiquei emocionada com o trabalho que ele faz e a paixão dele pelos animais. Ele recolhe das ruas cachorros maltratados, atropelados e/ou abandonados. O programa colocou no site as fotos de alguns animais destinados à adoção... um mais fofo que o outro... nem dá pra acreditar que foram abandonados!

Lendo seu post acredito que a "Me chama que eu vou" deve tratar os bichinhos com o mesmo carinho.

Beijo

Celamar Maione disse...

Dama ,
boa iniciativa e belo post.
Também acho bobagem o velho papo de " você devia cuidar de criança ao invés de animais..." Ora, cada um cuida do que quiser.
Fui criada com bichos. Nasci numa casa com uma cadelinha que tomava conta de mim quando minha mãe me deixava sozinha no quarto.
Sempre tive cachorro ou gato.
Gosto mais de gatos.
Os animais nos ajudam a evoluir.
Minha gata " Pitchula" ( por causa da música dos Mamonas) completa 16 anos em dezembro.
Peguei-a na rua, com os olhinhos inflamados, o rabinho queimado por ponta de cigarro...ela cabia na minha mão, tinha dias conforme informou o veterinário na época.
Vou dar uma olhada no post da Elaine.
Um beijo super animal pra você ! risos

Rê Ura disse...

Hhauauha porcooo?? Você é foda!!!! Ahhh preciso dizer eu amo animais também e amei esse post.. sabe posso te dizer que animais são a melhor coisa que um ser humano pode ter, ele te dão todo o carinho sem nunca te pedir nada em troca, você pode estar bravo e até bater nele (que me dá um ódio) e ele sempre vai vir te pedir atenção e te lamber.. Eu adotei o meu cachorro, um vira latinha e digo é minha família também.. já me fez tanta companhia! É uma das relações mais pura que podemos ter...

Animais são tudo de bom!!

Ai amei esse post!

Beijos

::::FER:::: disse...

eu tenho uma cachorrinha, nunca fiquei sem, sempre que uma morre arrumo outra... a minha chama Sue-Hellen Maria. e só falta falar, eu douo á uma ong de rio preto sempre que posso....

ps: gosto mais das cachorrinhas, não gosto de macho, eles mijam em tudo e quando chega visita eles botam o bilau pra fora .... éco detesto...



:::FER:::

Bill Falcão disse...

Perdi meu fiel companheiro Nick, um inteligentíssimo poodle, depois de 10 anos de saudável convivência, dama cinzenta, no dia 24 de abril, às 17 horas.Lembro de tudo, principalmente deste último dia.
De lá pra cá, deixei até de ser humorista no blog. Preciso recuperar meu humor, até em homenagem a ele, que me inspirou a tantos posts. Perder um animal assim é muito doloroso. É como perder um filho,ainda criança.
bjooo!!!!