quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Cuidar de quem gostamos...


Tem uma coisa que me aborrece e penso nisso sempre. É a falta de cuidado que as pessoas tem com quem é mais próximo, com quem tem mais intimidade, por consequência com quem estamos ligados e gostamos.

Normalmente procuro ser atenciosa, não melosa. Porque melosa não sou e nunca vou ser, mas dar atenção, ouvir, tentar ajudar, fazer elogios, dizer o quanto gosto das pessoas que realmente me inspiram isso. Mas confesso que algumas pessoas me bloqueiam completamente. Porque cá entre nós, é muito chato você saber que alguém que tu gosta muito, telefona para todo mundo menos para você, que alguém que você gosta muito saí com todo mundo mas não te chama pra sair, que alguém que você gosta muito comenta o blog de gente que nem conhece e não dá a mínima para seus posts.

Tá bom! Estou dando uma radicalizada porque meu lado carente anda ligado a mil. Mas se a pessoa tem intimidade contigo, custa dar atenção ao que você diz, escreve, faz? Só porque tem intimidade não precisa mais ter cuidado, não precisa mais cativar? O grande lance é tentar cativar novas pessoas, para que depois de conquistadas sejam largadas para lá e iniciar uma nova busca? Parece que a grande maioria anda atrás de Ibope e não de relações gratificantes!

Ninguém me conquista e ponto. Todos me conquistam e vírgula, porque eu sou conquistada a cada dia e pessoa pode me perder também a cada dia. Sempre estou analisando as relações com quem sou mais próxima, de quem gosto de verdade. Sempre revisando esses relacionamento para ver se valem a pena continuar me dedicando ou simplesmente deixar ir. Mas confesso que algumas de minhas relações, tanto virtuais quando pessoais me bloqueiam continuar manifestando carinho. Daí percebo que me fecho e fico chata, distante mesmo.

Estaria eu exigindo demais das pessoas e da vida? Estaria eu vendo chifre em cabeça de cavalo? Não sei... É que sentir não tem muito a a ver com coerência...

19 comentários:

Cristina disse...

Menina... você disse tudo o que penso e sinto também. Por conta disso andei me afastando de muitas pessoas que eram próximas a mim. Ei dou atenção, ligo, procuro, escuto, tento ajudar e quando preciso disso vejo essas mesmas pessoas dando atenção para pessoas que elas já me disseram que não gostam muito. Me pergunto demais se estou cobrando muito das pessoas.
Minha terapeuta vive me dizendo que o outro não sou eu. Que não tenho que esperar nada em troca. E ai começa minha briga com ela. Sou humana e também gosto de atenção. Uma luta semanal que travo com ela.
Enfim... estou no mesmo barco que você. No meu ponto de vista acho que não estamos vendo chifres na cabeça de cavalo. Estamos vendo a realidade, infelizmente muitas pessoas depois que conquistam deixam de cativar mesmo. Me baseio naquela frase "Homem que é homem conquista a mesma mulher todos os dias" (mais ou menos isso) Amigo que é amigo conquista a amizade a cada dia. Esse negócio de dizer que a distância não apaga a amizade, não apaga mesmo, mas para isso é preciso continuar regando a amizade mesmo na distância.
Me sinto até mais alivia em saber que não sou a única no mundo a ter esse pensamento. Você é D+, tem maestria para escrever sobre sentimentos.
Beijos

Nise disse...

Penso assim às vezes, o pior é quando as pessoas preferem te cobrir de bens materiais em vez de dar atenção e carinho, achando que te dando objetos é o mesmo de estar ao seu lado no dia a dia.

Afrodite disse...

Dama,
Eu concordo qd vc diz que sentir não tem muita coerência...e tb me faço por vezes essa mesma pergunta:será que estou vendo pelo em ovo?Não sei.Definitivamente,não sei.
Apenas sei que as relações humanas são complicadas.Dá menos trabalho gostar da minha gata.
Ela sim,me compreende e corresponde as minhas expectativas.
Beijo!

Pandora disse...

"Ninguém me conquista e ponto. Todos me conquistam e vírgula, porque eu sou conquistada a cada dia..." Adorei isso, acho que meu problema (e talvez o seu também) é que não é tão facil assim tirar uma pessoa da nossa vida.

Eu tenho uma tendencia violênta por me apaixonar pelas pessoas e isso é uma fonte inesgotavel de desgosto. Você tem esse jeito de durona, mas também é apaixonada por gente e vejo como vc realmente é atenciosa.

Outro dia instalei um tal de top comentárista no meu bloguito e vi que vc e o Senhor Verden, duas pessoas que tem um jeitão de durões são os que mais me dão atenção na blogosfera, sem melação diga-se de passagem!

E sim, as melhores pessoas são assim, atentas, porém pouco melosas, infelizmente achar uma pessoa decente é dificil demais.

Cheros Dama!

Cinderela Descaída disse...

é, dá muito trabalho cultivar amizades, tanto as do mundo concreto, quanto as do mundo virtual.
Tento me manter atenta, mas, tem dias, que me embanano toda com atividades mil...mas tento ser contante.
Beijo,

Atitude do pensar disse...

Precisamos todos ser cativados. É assim que funciona. E constantemente...

Ellen Lacerda (Elinha) disse...

Dama, entendo completamente as suas colocações. Realmente as pessoas tem esquecido de continuar cativando os que estão ao seu lado dia a dia, como se
isso não tivesse mais importância.
A pior parte de tudo isso é que dói pois cansamos de dar atenção a quem parece que não se importa.
É como se canssássemos de estar em busca de quam não nos quer...
Mas acredito que ainda existem pessoas que importam sim, e para quem somos importantes, e, quando a gente menos espera, ou quando a barra pesa, eles estão por perto.
Um xero grande, com muito carinho!

Palavras Vagabundas disse...

Dama, não se fie em mim, mas eu sou do tipo que gosto de graça, não sei e não espero qualquer retorno, portanto nunca acho que alguém me abandonou ou me descuidou. Acho que a maturidade me deixou mais leve.Acho bom saber que quem eu gosto está bem se não está e eu posso fazer algo eu faço!
bjs carinhosos
Jussara

Aninha Zocchio disse...

Oi Dama, eu gostei da sua frase "Ninguém me conquista e ponto. Todos me conquistam e vírgula"
Também me aborrece quando acontece situações assim, da uma dorzinha no peito (aninha dramatica claro) porque para mim, amizades são valiosas. Cada um tem um jeito de ser, já no meu caso gosto de mimar meus amigos,mas não sei lidar com abandono e desprezo.
Sei que também tem momentos que não estamos bem e afastamos dos outros, tem outros que as pessoas nos deixam para que a gente não se sinta sufocada. (Eu costumo agir assim). Mas é ruim quando desprezam a amizade por conta de novas, bem se diz para que seja conservado as velhas amizades, porque as novas ainda não foram provadas...
Bom ao invés de chifres... dê asas ao cavalo... :-) deixe o danadinho voar!
Abração!!

Cadinho RoCo disse...

Seja plena em seu sentimento e liberte toda e qulquer expectativa com relação à de quem quer que seja. Lógico que nunca chegará à plenitude da perfeição, mas ao menos ao agir assim estará, no mínimo, libertando-se do que está ao além de você, que não depende de ação sua direta pra ser assim ou assado.
Cadinho RoCo

C. disse...

Nao acho seja exigir demais, porque é o mínimo que esperamos, que sejam recíprocos. Mas aí que tá, às vezes nem nos tocamos que nao estamos sendo recíprocos também...

Beijos!

San disse...

Não acho que esteja vendo chifres na cabeça de cavalos não........ existem pessoas assim , sim , pessoas que nos deixam para trás pq pensam que somos como propriedades delas e depois e só vir e saimos '' abanando o rabo'' como se diz aqui no interior ... e a vida não é assim o rombo é mais embaixo bjs

Cacá - José Cláudio disse...

Oi, Dama, eu acho que não há nada melhor do que um afago no ego. Também não sou meloso mas aprecio muito um afeto humano. Tanto dar como receber. A gente fica atras de reconhecimento o tempo todo. Reconhecimento no meio social, no nosso grupo de relações, família, amigos , colegas de trabalho, escola e outras que se aproximam. Já reparei que quem luta para ser famoso é muito carente do ponto de vista individual, pois, quando consegue, tem muita gente lhe paparicando mas ninguém ou quase ninguém lhe ando afeto humano de verdade. Gosto dessa complexidade humana mas lhe confesso que demanda um esforço imenso de tolerância, paciência e doação para que gostemos e sejamos gostados. Quando somos "esquecidos", relegados ou desprezados, principalmente por quem mais gostamos, dói. Dói mesmo. Meu abraço. Paz e bem.

Fê Miceli disse...

Depois disso td, eu ficaria pensando: então quer dizer que não sou especial, né? Pq se alguém faz e acontece para td mundo, menos para mim e eu considero tanto essa pessoa, dálogo pra ver na cara que a recíproca ñ é verdadeira. E, com a vida apredi a dar valor a quem me dá valor; a cuidar de quem cuida de mim; a me importar com quem se importa comigo. Se eu posso dedicar parte do meu corrido tempo para ter consideração com quem gosto,pq ñ podem ter comigo tb?

Tem horas que ser compreensivo demais ou fazer de conta que não atinge não nos leva a lugar nenhum, pois ninguém sabe de fato o que nos incomoda e o que está nos afetando.

Sinceridade pode ser a saída para essa "falta de cuidado" melhorar. Se não adiantar... eu largo de mão! rs.

Paula Li disse...

Oi Dama, entendo o seu "drama" e não acho que esteja fazendo tempestade num copo d água, apesar de eu ser bastante desencanada com amizades.
Pelo menos agora eu sou! Aprendi a esperar pouco das pessoas e a não criar expectativas.
Já me doei muito, mas agora só o faço pela metade, não sei se isso é bom, mais evita decepções.
Bjs

alinepacheco disse...

Não acho que você esteja exigindo demais, não! Acho que você pede o justo... o carinho e a atenção de quem você gosta e para quem você também dá carinho e atenção!!!

Ó... eu sei que sumo, mas eu gosto muito da senhorita e sempre que dá, eu dou um pulinho por aqui e pelo outro blog, tá?!

Beijocas e fique bem!!!!

Laly disse...

Isso é uma verdade absoluta. E eu sinti isso na própria pele, talvez por isso passei a ser mais atenciosa com meus amigos... Eu percebi e me envergonhei de quando me afastei deles, e qd eu precisei os meus verdadeiros amigos estavam ao meu lado... e eu? qts vezes fui ausente?! hj procuro sempre estar presente... comemorações, ligações... não o tempo todo, pq não tenho tempo pra isso, mas sempre presente e deixando bem claro q estou aqui. tenho uma amiga que sempre me mandava msg, me ligava pra perguntar como eu estava e por várias vezes eu não respondia... não por mal, mas aquele daqui a pouco eu ligo e no fim acabava bão ligando... é ruim, afasta mt gente!
Nos relacionamentos a dois acntece mto isso tb. O casal acha que já estão juntos há um tempo e não precisa mais daquela atenção... qd se liga, mesmo po força do hábito se fala o necessário e mto mal um carinhoso "beijo, te amo" no final... e qd não o contrário tb, vc se esforça pra dar atenção e não tem o retorno do outro.. o que fere gradualmente... Mas uma vez li uma coisa e prestei atenção maior, tempos que dar importância a quem nos quer por inteiro... não aquele que apenas simpatiza com agente...
E obrigada, por comentar sempre no meu blog, mesmo qd estou chata.. rsrs

bjs

Suzi disse...

Antes eu me preocupava com a atitude das pessoas... De sempre cativar, regar uma amizade... Quando temos algo em comum, sempre fica mais fácil, porém depois que certas coisas mudam, confesso que é mais dificil...

Mas, depois de um tempo, mesmo regando a amizade e não tendo nada em troca, perco a a paciência, e sumo...

Acredito que deve ter reciprocidade... Se não tiver, não há como manter...

Enfim..

Lidar com seres humanos é isso... Decepções, alegrias, lealdade....

Neli Rodrigues disse...

Cheguei aqui através de um post da Elaine Gaspareto.
Li várias das suas postagens e notei que vc escreve o que a maioria de nós sente, mas não consegue exteriorizar...por vários motivos.
Neste post, no qual estou comentando, vc toca num assunto que estou vivenciando neste momento. Ando numa fase de deletar da minha vida pessoas próximas que só dão valor aos outros prá fazer "moralzinha", tô prestes a completar 40 anos, estatisticamente, já vivi metade da vida e não quero mais perder tempo com pessoas assim.
Bjs♥