sábado, 23 de julho de 2011

Morre Amy Winehouse...


Estava cochilando na sala, coisa que não tenho feito há tempo. E deixei na Globo. Num determinado momento levei um susto e acordei, exatamente quando entrou a notícia que Amy Winehouse tinha morrido.

Um dia escutando a rádio do trabalho, escutei a Amy Winehouse e gostei. Paralelamente via umas fotos na internet de uma cantora drogada dando vexames, mas não ligava aquela pessoa a voz que ouvia. Um dia fiquei sabendo quem era a Amy e busquei vídeos na net. E conforme ia assistindo, ia me apaixonando. Virei uma fã!

Sei que muita gente torce contra, porque diz que ela foi uma drogada, que jogou fora sua vida e tal. Tirando a parte do preconceito, porque a pessoa não se vicia porque tá feliz, se ela buscou alívio nas drogas é porque um vazio existia dentro dela. É certo que droga nenhuma resolve problema de vazio existencial, mas eu mesma já fui vítima dessa armadilha e sei o quanto a dependência química pode consumir todos os seus valores. O vazio existencial ainda existe dentro de mim, mas aprendi que droga nenhuma vai melhorar isso, apenas não deu tempo dela aprender o mesmo.

Hoje é um dia que lamento bastante, porque acho sinceramente que uma voz como a da Amy vai custar a aparecer outra. Ela tinha carisma e boas músicas. Era grande artista que foi consumida pelo vício. Será que podemos acusá-la implacavelmente? Será que um filho seu, um sobrinho, um amigo, um parente qualquer não pode vir a ser um viciado. E você vai crucificá-lo por isso, ou vai torcer para que ele saia daquilo. Pois então, não sou parente, nem amiga dela, mas gostava muito e torcia para que se libertasse das drogas, assim como eu me libertei. É possível!

Assim que a morte dela foi anunciada várias pessoas me ligaram! Um amigo até passou aqui. Acho que todos sabiam o quanto gostava dela e o quanto lamento tudo isso. De verdade...

Foi ao ver esse vídeo que me encantei por ela e o revendo agora chorei...

35 comentários:

Pandora disse...

As pessoas são muito rapidas em julgar e mais rapidas ainda em condenar, "ninguém destroí sua vida porque acha bonito", vc disse algo assim no face e eu concordo Dama.

Também torcia pela Emy, como torço pelos que amo e infelizmente estão nessa, queria vê ela bem, ela se foi muito jovem... tão talentosa e sempre associo ela as minhas manhãs do arquivo, pesquisava ouvindo a voz dela e pensando na vida, na minha e na dos que se foram e virão...

Enfim, em parte sinto uma dose de luto.

Joguete do Destino disse...

Ain, Dama, caramba quando eu abri meu blog e vi a noticia de uma nova postagem sua e falando da morte da Amy eu choquei sabe, meol, como pode???
A Amy morta?...é inacreditável, eu ainda estou em choque...
E essa questão de julgar realmente é muito paía,essa questão de drogas dela também tinha relação com o namorado dela que tá preso ou largou ela não dei bem a história, mas as pessoas sempre julgam sem conhecer a verdadeira história ou sem nunca ter vivido aquilo.
abraço.

Tatiana disse...

Dama querida, com certeza uma grande perda no mundo da musica, uma pena mesmo a droga ter sido mais forte que ela! Também era fa!!!
Bjks!!

Clecia disse...

A Amy precisa ser lembrada não pelo seu vício, mas pela sua voz maravilhosa! É uma pena que ela não tenha conseguido viver pelo seu talento.

Aninha Zocchio disse...

Fenicris, verdade, lamentavel a perda, lamentavel por ela não ter suportado talvez aquilo que consumia seu coração, jamais saberemos.
Gosto das músicas dela, acho sua voz fantastica, talentos são poucos, uma pena que muitos jovens não conseguem conviver com eles, mas deixam sua historia na memoria, em forma de canções!
Beijos menina!!

San disse...

Acho que ninguém tem o direito de julgar... acredito que ''certas'' pesssoas tirâo conclusões por aquilo que são... e acho ainda que perdemos mto , pq ela era mto boa independente do que fez com ''A VIDA DELA'' BJS

C. disse...

Adorava a voz forte de Amy!

Viver é complicado, Deus não disse que não teríamos problemas, pelo contrário, Ele disse que no mundo teríamos aflições. Saber administrá-las é que sao elas.

Bom fim de semana, Dama!

# a música que mais gosto de Amy é essa:

Love is a losing game

http://youtu.be/4L9-AvjsB6g

Bixudipé disse...

Talvez, faltasse alguém para compreende-la.

Abração; linda postagem.

Carolina disse...

Oi Dama

eu lamento a morte dela.Não era fã de carteirinha,mas curti e vou continuar curtindo demais a voz desta mulher que só conhecíamos através de boatos,vexames e da sua ótima música. Porque na real ela e sua timidez não davam muitas entrevistas então da sua vida pessoal só sabemos através dos outros e dos seus infindáveis vexames,mas sobre isto pouco me importava porque precisamos apreciar a obra do artista e distanciar a sua vida apesar dos dois teimarem em se misturar.
Lamento que a sua genialidade musical não acompanhava suas escolhas pessoais e sinto mais ainda que o vazio se fez presente em sua vida ao ponto de achar que alguma droga preencheria esta lacuna.Quem já usou ou usa drogas,sabe que não necessariamente experimentamos algo por que estamos triste ou estamos consciente do vazio que existe em nós,mas inconscientemente buscamos um preenchimento ilusório,um tapa furo.

bjos meus

Lady Murphy disse...

A Amy era grande demais... não cabia nesse mundo.

Também fiquei muito triste. Gosto muito de música, mas poucos artistas eu acompanho, sabe. De saber o que se passa na vida, de ler notícias e tal. A Amy eu acompanhava. Ela não era só uma pessoa encantadora de se escutar, mas também de se olhar, porque era linda, porque tinha todo aquele estilo e personalidade. Eu acreditava que ela ia sair daquela. Eu torcia pra isso.

Não deu tempo. :'(

O que fica para nós agora é um pouquinho da arte dela, que ela deixou gravada.

Lady Murphy disse...

Você viu que a morte da Amy levou a Janis e Kurt Cobain pros TT's?

Ela (infelizmente) não está só na lista dos talentos que nos deixaram cedo.

Keila disse...

Como os grandes ela teve a "maldição dos 27" e morreu só...
Só quem passa pelos autos e baixos do mundo das drogas sabem o quão difícil é estar lá... E sejamos honestos: se droga não desse uma "onda boa", melhor do que a realidade de momentos de desamparo da da vida ninguém viciava...
bjs

Dama de Cinzas disse...

Lady Murphy - To vendo agora o JN que Janis, Hendrix e outros foram aos 27 anos. Que coisa estranha!

J@de disse...

Assim que eu ouvi a notícia eu liguei pra vc, porque sei o quanto você gostava dela...
Eu também gostava e não tô aqui pra julgar ninguém, é triste ver uma pessoa perder a vida assim e a gente vê tanto artista e tantos não artistas morrerem por causa das drogas...
E eu já tinha reparado nessa "maldição dos 27" coisa estranha!!
Beijos!!

Fênix disse...

Olá Dama, também achei a notícia surreal. Parece mentira. Como assim ela morreu? Tão nova, tão talentosa. Eu já sentia pena dela por causa do sofrimento que a droga causava a ela, aos familiares e mesmo aos fãs. Que Deus a receba e dê a ela a paz que ela nunca sentiu enquanto estava viva. Um Abraço!

RAFAEL disse...

Vc sabe o qto gostava de Amy...porque conversamos sobre isso dezenas de vezes.

Sabe dama, não quero saber se ela era dorgada, eu quero é ouvi-la mais uma vez...e pensar que não se foi. Não sou uma pessoa de idolatrar artistas, não sou um fã que coleciona coisas...mas eu tenho os cds de Amy, por que nesses anos todos, foi a unica cantora que me despertou esse lado, que me fez querer mais e mais dela...

Vi menagens de profundo mau gosto no facebook, coisas ditas por "moleques" que não sabem nada da vida. Pessoas que acham que Amy não deve ser lamentada, e sim os 92 que morreram no antentado...tudo bem, eu lamento, mas não me tirem a tristeza de ver um idolo meu partindo.

Elvis é ndeusado...Elis é uma unanimidade...e morreram da mesma forma...

Não quero criticas pejorativas...quero minha Amy de volta...só isso.

beijo...e vc sabe o qto estou triste tb.

Dama de Cinzas disse...

Rafael - Pois é... Eu já briguei com algumas pessoas hoje por conta dos comentários de mau gosto. Acho que se as pessoas não gostavam, deveriam pelo menos fazer a gentileza de se calarem nessa hora.

Sei o quanto você gostava dela porque já conversamos muito a respeito.

Pensei que não ia chorar, mas já chorei um bocado hoje por conta de ver que uma pessoa que podia tanto, foi assim, desse jeito.

Suzi disse...

Quando e recebi a notícia, me arrepiei toda!
Até sabia dos problemas dela, mas não pensei que seria uma viagem tão rápida!

Lamentável essa perda!

Dêco disse...

eu amo a voz, a música e as apresentação dela. Sei que ela sentia algum vazio e buscou preencher com drogas. fail.
mas reconhecer o poder da voz e a genialidade é fácil. Amo-a de paixão! E sim, estou triste por ela ter partido sem ao menos deixar algo novo. Mas Back to black vai sempre tocar para mim.

Palavras Vagabundas disse...

Não posso julgar o que se passava no íntimo dela, só posso lamentar a perda de um grande talento!
bjs
Jussara

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

infelizmente ela não passou da barreira dos "27", que levou tantos talentos importantíssimos da música.

ainda tô que não acredito e não aceito, muito triste...
saudades q vou ficar... é uma das poucas que gosto da música de hj em dia...

bjs

Suee disse...

Pois é, eu tb gosto mto da Amy e fiquei triste quando soube. Amo essa musica Back to black. A voz dela é linda, é de arrepiar e de se emocionar mesmo. Uma pena...
bju querida!

Paula Li disse...

Oi Dama, fiquei sabendo da morte da Amy através dos blogs, pois faz dia que não assito TV.
Não posso dizer que fiquei surpresa pela morte em si, mas sim pela forma sistemática que a indústria musical e cinematográfica internacional ceifa vidas jovens e talentosas.
Há algo maléfico nesse meio...
Bjs

Rê_Ayla disse...

Pois é... lamento muito a perda desse talento.

E agradeço muito q minha fase louca adolescente me levou a experimentar de tudo, mas nunca me viciei em nada. Por isso não deve-se julgar: poderia ser eu, poderia ser qq um.

O Guri disse...

Também me apavorei, levei um susto. Tu imagina Amy morta. Tenho a imagem de que pessoas famosas ou que admiramos e nisso incluo tanto famoso como pessoas normais não podem morrer. Chato.

Bem, acho que alguém está voltando a escrever...

O Guri disse...

E um dos meus preconceitos é em relação à pessoas que fumam ou usam drogas mas que principalmente oferecem pros amigos. Desmerece a pessoa e nada me convence do contrário.

Laly disse...

Luto compartilhado!!

Era uma artista incrivel!! E qts vezes ela chegou a lutar contra, msm amanda o ex marido dela, ela se separou e tentou ficar longe dele e largar o vicío mas foi mais forte que ela.. infelizmente!!

Também curtia muito!!

Celamar Maione disse...

Dama,
já comentei que assim que soube da morte da Amy me veio você na cabeça.

Tenho, sinceramente, um profundo pesar por quem julga os outros de maneira tão implacável. Será que os julgadores de plantão nunca erraram ? Nunca ficaram tristes ? Ou foram vítimas de um vazio existencial ? Sinto. Quem nunca esteve assim, não é humano.

Amy era ídolo. Tinha um talento indiscutível. Era humana. Amava com paixão. Intensa. Visceral. E foi o excesso de intensidade, de vazio, de angústia, e de solidão, que certamente levou-a prematuramente.
Uma mulher doente.

Que nos sirva de exemplo. Uma morte para refletir o sentido da vida.
Uma pena. Vida e talento desperdiçados.

Beijos

Camila Monteiro disse...

Realmente, uma perda astimavel para a musica! Concordo com vc viu. Bjos

Atitude: substantivo feminino. disse...

Primeira coisa que fiz foi vir nos blogs onde eu sabia que ia achar algo sobre ela. Eu me lembro de vc aqui escrevendo sobre o talento dela e talz. Engraçado essa associação instantânea que fazemos né?!
Enfim.
Também acho difícil a reposição, ainda mais com tanto lixo comercial sendo vendido por aí.
A voz dela era linda.
Uma enorme perda.
Bjs Damita!

Edilson Cravo disse...

As pessoas tem o péssimo hábito de falar horrores quando o artista tá vivo (pédofilo,prostituta,barraqueira, drogado isso e aquilo) e depois que morrem viram "santos". Amy além de uma voz maravilhosa possuía personalidade (e forte).
Não cabe a ninguém julgá-la mas lamentarmos profundamente a perda de alguém tão cedo e que tinha tanto a oferecer a música.
Linda semana. Beijooos.

Atitude do pensar disse...

Criticar é uma carcterísitca humana. O desconhecido torna-se fácil aos nossos olhos, e sucessivamente, inundamos o outro de críticas.
No começo de sua aparição, Amy era uma menina de aspecto saudável, com sua voz encantando a cada dia mais pessoas. Encerrou sua trajetória marcada por caricaturas, dores, perdas. Penso que assim como vários gênios da música e da literatura, Amy sentia demais. E logo, não dava conta de tantas sensações. Perda? Com certeza, da figura e da pessoa!!!

Mylla Galvão disse...

NUNCA A CURTI... MAS SUA VOZ ERA ÚNICA MESMO... VOZES COMO A DE CASSIA ELLER TAMBÉM FAZEM FALTA!
SIM EU SEI O QUANTO O VAZIO EXISTENCIAL FAZ COM PESSOAS DE EGO FRÁGIL COMO A AMY.
NÃO JULGO QTO A SEU VÍCIO, E FOI POR ELE QUE ELA SE FOI...
NÃO A JULGO PQ NÃO SOU DEUS...
MAS OS PAIS DELA DEVERIAM TER TOMADO UMA PROVIDÊNCIA MAIS ENÉRGICA PARA COM ELA...

AGORA É PEDIR A DEUS QUE CUIDE DELA, PQ POR LÁ ELA TERÁ MTO O QUE APRENDER...

BJOS

Marcelo Moraes disse...

Dama, tenho acompanhado os blogs que postam sobre Amy. Em todos vejo aquilo que julgo o correto: julgar o artista e não a pessoa. É uma pena que a maioria inverta as bolas e passe a julgar mais a pessoa que a sua arte, ou o seu trabalho. Eu não tenho preconceito com músicas e isso sempre deixo claro no blog quando falo deste assunto, mas Amy não foi uma artista que me cativou. E isso nada tem a ver com o que ela sofria ou expunha ao público, mas é um estilo que não me "abraça". Vez ou outra a escuto no computador, reconheço o seu trabalho e tenho mais noção ainda do quanto ela fará falta neste cenário musical. Mas como já comentei em outros locais, que bom que alguém que se foi deixou um bom trabalho para ser eternizado "por aqui". E quantos outros que se foram fizeram o mesmo.

Mas sei muito bem qual a "dor" de um fã com a perda de um ídolo.
Que a sua arte prevaleça!
Um beijo.

Bill Falcão disse...

Também chorei! Pensava que essa "maldição dos 27" não existisse mais.
E talvez não termine agora.
Bjoo!!