domingo, 27 de junho de 2010

Momento ira total!

Ira idosa - Por que será que tem tanto velho sem noção no mundo? Quando digo velho, não é o coroa, não é o cara de cabeça branca, não é um homem idoso. Chamo de velho aquela criatura que a senilidade já está tão avançada, que ele não consegue mais nem andar direito, se arrumar, se manter ereto. Mesmo assim se acha no direito de enfiar a cara dentro da nossa e nos chamar de gostosa. Sério! O pau desse sujeito sobe? Se nem ele se mantém de pé direito, porque paga um mico desse? Será que ele acha que nós mulheres nos sentimos envaidecidas? Que isso faz bem pro nosso ego? Nããããão! Isso só me dá raiva e vontade de xingar a criatura. Tudo bem que ele queira falar o que quiser. Mas precisa ser quase beijando meu pescoço? Um dia eu perco a cabeça!

Ira fútil - Eu ando num momento que quando acordo e vou escovar os dentes, eu xingo a aquela infeliz que tá refletida no espelho! Eu não aguento os meus próprios pensamentos que estão me enlouquecendo... Por que as pessoas vem contar suas futilidades como se fosse o problema mais sério do mundo?!! Eu sou do tipo que não gosto de dar patada em quem considero como pessoa querida. Mas não estou segurando não, vou começar a mandar meia dúzia pra PQP. A começar pela minha mãe que resolveu transformar todas as minúcias da vida dela em problemas seríssimos, e ainda pega o telefone pra desabafar as coisinhas... Eu que odeio telefone em estado normal!!!

Ira cirúrgica - Quando as pessoas vem me perguntar de dias em dias como está minha voz, eu até respondo na boa, sério não me aborrece, porque as pessoas ficam curiosas mesmo pra saber como está indo, é um gesto de atenção... Mas quando alguém me pergunta todos os dias a mesma coisa sobre minha voz. Eu tenho vontade de escrever em letras bem grandes: DEIXA EU SOFRER EM PAZ, POR FAVOR!!! Basta se colocar disponível, é bom a gente saber que tem com quem contar, mas não tem necessidade de tanta pergunta, isso incomoda quem já está aborrecido! E não gosto de ficar falando dos meus dramas pessoais o tempo todo. Prefiro vir aqui e escrever no blog, porque é o meu momento de desabafo... Eu gosto de remoer sozinha o que me aflige, não gosto de encher o saquinho de ninguém, exceto no blog... rs... Quando fico quieta é a hora que traço saídas, me vem as idéias, eu preciso raciocinar em paz. Eu não preciso de perguntas, eu preciso de respostas!

11 comentários:

RAFAEL disse...

Ótimo post...vou comentar por topicos...

1 - velho indecente, saliente é algo que tira qualquer um do sério. Trabalhava com um desses que vc citou. Ele achava que toda e qualquer mulher estava disponivel, cantava e fazia gracejos ridiculos...e o pior de tudo...ficava pegando no negóciodele o tempo todo...até apelidaram ele de "pistolinha"...rs rs rs.

2 - conheço bem essas minuncias da vida dos pais que eles transformam em dramas...meus pais são assim, minha mãe liga pra reclamar que o meu pai derrubou linha no chão do quarto depois dela ter passado aspirador de pó...mas fazendo um drama que quem a ouve, pensa que ele a agrediu fisicamente...

3 - escute o som de um cachorro que acabou de apanhar e saiu correndo gritando CAIN CAIN CAIN...esse sou eu...rs rs rs...pergunto todos os dias como está sua voz...rs rs rs...apanhei!

beijão...bom domingo.

VaneZa disse...

E eu que pensei ontem... como será que tá a voz da Dama, deveria ter perguntado rs (estou mui feliz comigo mesma por não ter feito essa pergunta rs). Mulé de Deus, vou te dizer... ô coisa pra eu ter nojo é desses velhos gagás e desses tios Sukita, detalhe, meu pai é um (só pra constar) depois me perguntam porque eu bato tanto de frente com ele. Amigas em casa... nuncaaaaaaaaaaa, só se eu quisesse morrer de vergonha de vê-lo dando em cima delas e a mami calada aceitando tudo. É... a mami é do tempo da "Amélia que era mulher de verdade".
E eu não rolo também com quem se queixa por nada. Pow... eu lido com a miséria da maioria dos meus alunos... cara a cara... todo dia (sou professora do ensino público)... e quase nunca, ou NUNCA, os vejo reclamar de nada. E quando eu digo miséria, é miséria mesmo, a sorte que aqui nessa terra abençoada ainda existe uma coisa chamada goma... um kilo custa 1 real... e as tapiocas enchem a barriga de um família inteira.

BeijoZzz

PS: eu adorooooooooo os seus momentos desabafos.

Andrea Pagano disse...

Também destesto essas cantadas patéticas e de mal gosto!
Odeio de jovem, velho, qualquer um. Sou a favor da inteligência até nas cantadas!

Também detesto as futilidades, não tenho paciência para ouvir blá blá blá, sobre a vidinha fútil alheia ou de como os cabelos e as unhas não feitas afetam sua vida!

Ahhh me poupe!

Na verdade após minhas cirurgias, fico apática e por isso detesto as visitas de qualquer espécie na primeira semana... Depois vou me adaptando a vida normal, mas o ficar quieta, o hibernar é fundamental para qualquer recuperação física e mental...
Mas as pessoas não entendem isso, porque para a maioria "sentir-se bem" é estar rodeado de gente, perguntando de 5 em 5 minutos se vc precisa de algo, etc.
Acho que as pessoas deveriam perguntar e se colocarem disponíveis sim, mas não ficar o tempo todo cutucando...rsrsr

Te entendo completamente!

Bjs e espero que possa ficar em paz!

Robson Schneider disse...

Acho que perguntar todo dia de fato cansa, sobre qualquer coisa... mas eventualmente acho delicado e um sinal legal de que as pessoas se importam...
Quanto aos gagás de plantão... eles esquecem que o Viagra só resolve lá... mas o resto continua igual hehehehe
Bijo querida

Insana disse...

Tenho evitado perguntas..
as vezes que minha resposta não é o que a pessoa esta disposta a ouvir..

bjs
Insana

Marcos disse...

Bem, e sua voz como está? KKKKKKKKK Brincadeira! Eu tb acho um porre ficar falando de bla bla bla,,.... e coisa e tal e bla bla bla... porre total!

Velho tarado... não consigo imaginar coisa mais ridicula.. só que vc tem que gritar para eles... porque estão surdos no minimo...

Esse assunto da sua mãe da um post legal heim... vou roubar a ideia... mais para frente... KKKK

bjs

Atitude: substantivo feminino. disse...

1 - Por isso que não dou lugar pra velho no metrô. Dou para velha (mulher) velho não. Eles são engraçados..entram fazendo cara de INSS aí quando estão na rua fazem cara de viagra e mexem com a gente???!!! Não dou lugar!
Não é gatinho para paquerar? Fica em pé então.

Atitude: substantivo feminino. disse...

Esqueci de comentar os outros...me deixei levar pela ira dos velhinhos também. rsrsrs
2 - Já aprendo a abstrair o monólogo da minha mãe. Ela fala, fala e eu sou capaz de erguer um muro, ou fazer uma pizza enquanto ela está falando. Detalhe: só de médico e doença.
3 - Como vai a sua voz? Ainda tá pagando de cantora sexy-voz-rouca?
Brincadeirinha..rsrsrs
Deve ser um saco mesmo ficar toda hora falando disso!

lpzinho disse...

MARAVILHOSO POST huahaua!
Vamos lá!
01. Acredito q o cara faz isso pq tá no automático. Afinal, deve ter feito isso a vida toda, desde qdo seu pequeno instrumento ainda funcionava e ele sonhava acordado! Eu acho que toda mulher que sofra abordagens de sujeitos assim deveria ter o direito de olhar pro cara e rir MUITO dele hehehe Tá, tem a ira... pode bater, surrar, pisar, etc no cara tb!
02. Melhor eu não abusar nos comentários, pq vc é mto maior que eu! E mais forte! =) Amo!
03. Agora vou comentar mais a sério... sabe, este tipo de coisa... não sei, se alguém me conta que quase morreu, que operou, que o namorado isso ou aquilo... eu sei ouvir, até se precisar dou ombro, conselho ou apoio. Mas eu não sou de ficar falando naquilo mais não. Me chame de frio, insensível, idiota, chato ou animal... mas eu não sou de me lamentar, nem de inventar dores. E se comigo sou assim, acho que criei um mecanismo, um dispostivo que me desliga de coisas que me contam. Não signfica q eu esqueci ou deixo de torcer pela pessoa, mas a vida é maior...e anda pra frente. Não saberia ficar perguntando cmo vai ser, como foi a cirurgia, nem se vc tah bem... Eu te quero bem e isso é q me importa! ^^ Já disse q te amo? HEHEHEH amooo vc!!! Dama de Iras!

Jean Valjean disse...

Hahahahaha, desculpe, não aguentei e ri muito. Continuo rindo.
O comentário, vou ter que deixar para outra hora. Hahahahahahahaha!

hello cidadumbos disse...

''Eu não preciso de perguntas, eu preciso de respostas!''

Uau!!! :)