sábado, 5 de março de 2011

Não importa quem despertou, mas o que foi libertado...


Eu vinha de uma fase longa bem racional. De repente meu lado emocional, romântico mesmo, foi libertado novamente. E o que fazer com ele? Parecia tão forte, tão perturbador, tão bom e tão ruim ao mesmo tempo. E do mesmo jeito que foi libertado, foi desencantado... rs..

O que quero evidenciar nesse posts não é quem despertou esse lado, isso não importa mais, mas o que foi libertado. Algo que julgava controlado, quieto, e que se um dia ressurgisse seria calmo e maduro. Não, não existe maturidade para sentimento, a gente sente simplesmente e não importa a idade, nem a nossa vivência...

Se abrigar no eu racional é tão seguro, fácil. Temos todas as respostas, temos todas as soluções e tudo parece tão simples. Aí o eu emocional se liberta e bagunça tudo, como uma criança levada. Uma vez solto, como contê-lo? Como sossegá-lo? Como colocar limites?

Assim me sinto, como algo tivesse escapado na minha racionalidade, como um animal veloz que é quase impossível alcançar. E fico desejando encontrar um cara legal. Não para casar... ahahah... aí também é perder totalmente a razão... ahahah.. Mas um cara legal para gostar. Para exercitar isso que está no ponto. E é idiota ficar dizendo isso, já que mais da metade da população feminina do país anda querendo a mesma coisa... rs... A diferença é que apenas desejo, não necessito disso, como vejo muitas mulheres implorando por um homem como quem se afoga no mar. Afinal, dignidade em primeiro lugar, sempre!

10 comentários:

Nise disse...

Eu sei como é isso. Eu estou gostando de um cara, mesmo sabendo que pode não dar em nada, fico feliz só de sentir algo, porque também tenho mania de racionalizar tudo. Mas quando saí do controle, não tem jeito, acontece de eu ter um monte de coisa pra fazer, em vez disso, me pego sem fazer nada e fico só curtindo o sentimento.

Balzaquiana com 'Z' disse...

Interessante você falar que não há maturidade para sentimentos... têm momentos que eu penso que isso só acontece comigo... que todas as mulheres alcançam a racionalidade em relação aos sentimentos e só eu sou continuo pagando de louca descontrolada. rs

BeijoZzz

Silvia C. Barbosa disse...

Faz tempo que não sinto isso, mas, me lembro bem como é, e sinto falta, mas como você disse, sem desespero!

Beijos

Pattr!cia disse...

Eu faço a mesma pergunta a muito tempo na terapia:
Minha razão sabe, mas porque minha emoção não anda junto com a razão?
Hoje até sinto que minha emoção é mais assim madura, as as vezes ela me prega uma peças terríveis.
Pelo menos uma coisa minha razão conseguiu ensinar para minha emoção: Dignidade!!!!
Beijos

J@de disse...

Eu tô na mesma situação que vc... queria tanto que fui dar uma chance pra mais um traste!! hehehe!! Ainda bem que meu lado racional continua tomando conta de mim!!
Mas não concordo que a maioria das mulheres quer a mesma coisa, a maioria quer é o conto de fadas, quer a paixão cega de adolescente, mulheres mais velhas que não amadureceram... querem casar, ter uma família de novela...
Isso eu sei que não quero e vc também não!!
Mas de certa forma ver esse lado desperto é bom... significa que a gente não tá amargurada!!
Beijos!!

Aline disse...

Apoiada! Apoiada, Dama!!!!

Essa fera quase incontrolável que são as nossas emoções e sentimentos dá sinais quando menos esperamos.
E as vezes tenho a sensação que por mais racionais que sejamos, pessoas, situações e momentos de fragilidade atiçam essa ferinha que avassala quando passa pelos nossos dias.
Esses dias encontrei um amor antigo - que até terminar eu nao tinha percebido ser amor - e felizmente, por mais que o sentimento voltasse, consegui dar um ponto final. A promessa de ano novo de não ter mais nada com ele, racional, superou as muitas emoções que vieram a tona.

Mais importante é saber que não estmaos sozinhas nessa!
Grande beijo!

Ruby disse...

Estou também esperando alguém legal pra gostar, acho que equilibro razão e emoção, não execdo em um ou outro sentimento, às vezes acho que or isso demore aparecer, mas vou continuar mais um pouco.

Keila disse...

Tudo ao seu tempo... pelo menos vc já está de coração aberto.

Amei esse seu canto...

bj

Iza disse...

Não existem contos de fadas e nem príncipes que vão nos tratar como princesas e sermos felizes para sempre, mas existem caras legais sim que como nós têm defeitos e virtudes e também estão dispostos a gostar de alguém.
Enquanto a gente não se permite ser gostada eles não aparecem e o que aparece são os que querem apenas uma aventura a mais.
Abra o coração, mas não feche os olhos :)

Celamar Maione disse...

Dama,
lembrei-me da música do Chico :" Não se afobe, não, que nada é pra já...."
Linda demais !
Eu tive um mês de overdose de paixão que me fez bem demais . Renovei energias.
Não era o cara perfeitinho, mas foi o homem que me despertou sentimentos q também acreditava adormecidos.
Talvez ele não saiba o quanto foi especial.
Vivi o presente e foi lindo D+. Lembrarei dele sempre com carinho !! Mas caí fora antes que a canoa virasse.
Nosso lado " romântico" está sempre pronto para aflorar.
Que bom !
Estamos vivas !
Beijos